Indústria de armas financiou 21 parlamentares

armasbancada da balacandidatosCompanhia Brasileira de Cartuchosdoações de campanhaestatuto do desarmamentoindústria armamentistaInstituto Sou da PazparlamentarespicturesSegurança PúblicaTaurusTribunal Superior Eleitoral
Comentários (26)
Comentar
  • Ricardo Dutra

    Matéria lixo, cadê o nome dos bois? Qual industrial armamenticia financiou?… Quem

  • Alessandra Vieira

    Cadê os nomes?

  • Rafael Thomas

    Essa matéria é enfadonha. Ignora o fato de que políticos desarmamentistas, como a mentirosa Maria do Rosário, receberam doção da Taurus para suas campanhas, com o objetivo de manter o monopólio do mercado. Além do mais, nada é dito sobre o fato de que A LARGA MAIORIA do povo brasileiro é a favor da revogação deste estatuto do desarmamento, uma das leis mais estúpidas, autoritárias e grotescas já aprovadas em nosso país. Também não se disse nada sobre a absoluta ineficácia desta lei para a redução da criminalidade. E meu direito de me defender e a minha família? 1000 vezes podre essa reportagem.

  • Paulo p

    e o crime organizado e os desvios de dinheiro publico financiaram quantos do pt.

  • ELISEU

    MESMO ASSIM SOU MAIS A INDUSTRIA DE ARMAS DO QUE A INDUSTRIA DE BANDIDOS

  • Laurimar Rosa de Lima

    Cuidado Brasil, para não perder Focos importantes!!!
    Enquanto discute Estatutuzinho, passa batido o Assalto da Petrobrás.

  • Laurimar Rosa de Lima

    O referido Estatuto não obteve êxito, nenhum resultado contundente. As armas,inclusive as restritas curculam por todo pais. A lei: 10.826/2003, restringiu, coibiu o comércio legal. Pois, comércio Ilegal ocorre normalmente, geram lucros estrondosos. E quem é o Estado e o Sistema Legal para combater o tráfico de Armas e Munições no Brasil? Detalhe: Na realidade atual, ninguém precisa ou depende de Estatutuzinho para adquirir, comercializar, comprar ou portar armas.

  • Jean Michel

    O desarmamento é uma daquelas idéias que, na superfície, parecem fazer sentido; uma idéia a qual as pessoas sensatas inicialmente estão inclinadas a aceitar; uma idéia que parece oferecer uma solução fácil para um problema difícil. E esse é o problema com o controle de armas. Não passa de uma auto-ilusão, um pensamento baseado no desejo; é simplista, ingênuo e até mesmo infantil. É um pensamento tipicamente esquerdista: achar que problemas sociais podem ser resolvidos colocando-se palavras num papel e transformando-as em estatutos federais e estaduais.
    Sempre que você ouvir que esse ou aquele tipo de arma foi banido, lembre-se que palavras escritas num papel jamais mudaram a natureza humana. Existem pessoas ruins lá fora que irão se aproveitar das pessoas boas. Elas não serão impedidas por palavras em um papel, seja onde for. As pessoas boas, por outro lado, desejosas de obedecer a lei, serão. E é por isso que assaltantes, estupradores e assassinos sabem que em paraísos desarmamentistas – isto é, qualquer lugar em que saibam que as potencias vítimas estão desarmadas – os cidadãos estão totalmente indefesos contra eles. (Armas e Liberdade; Lew Rockwell, James Ostrowski e Ron Paul)

  • Henrique

    Por que diabos vocês querem ter controle sobre tudo, sobre nossas escolhas, sobre nossas ações, sobre nossa segurança?! Cuidem de suas vidas e deixem que o cidadão cuidará da dele.
    QUEM POUPA O LOBO SACRIFICA A OVELHA!
    Revogação já!
    Se pudessem nos garantir que nenhum marginal terá o poder da vida e da morte sobre quem amamos, esse papo teria alguma legitimidade, do contrário vocês só querem desarmar cidadão de bem.

  • Josué Berlesi

    Porque tamanha parcialidade quando o assunto é o estatuto do desarmamento? É
    preciso que se diga que o referido estatuto jogou na criminalidade 7,5 milhões
    de brasileiros que não conseguiram vencer a burocracia e os altos custos da
    renovação tri-anual de seus registros de posse (veja-se art. 14 a 16 da Lei
    10.826). Isso afeta a população mais pobre do país, como, por exemplo, os
    ribeirinhos, quilombolas e pequenos agricultores, essencialmente os que vivem
    isolados no interior da Amazônia. Se a lei for cumprida, será necessário
    começar a construção de novas cadeias para abrigar os 7,5 milhões de “criminosos” que não conseguiram arcar com os custos de renovação. Esse é o real efeito prático do estatuto.

  • Nivaldo Dal-Ri Filho

    Ronney é isso aí meu amigo parece que o Congresso em Foco está alinhado aos desarmamentista, pois está ouvindo somente um lado, e o contraditório?que é instituto inerente ao Estado Democrático de Direito, o C.F. está parecendo a Rede Globo que concede um enorme tempo à essas “ongsinhas” e somente alguns segundos à parte adversa.

    Em primeiro lugar devemos lembrar que um integrante dessas “ongsinhas” foi flagrado entregando um fuzil para um traficante, justo quem prima pela paz e o desarmamento rsrs.

    Em segundo, esse projeto não está obrigando ninguém a andar armado ou ter uma arma, quem não se sentir ou estiver apto ou ainda que não goste, que não tenha ou use.

    Por fim, dizem que esse projeto é um golpe, mas devemos lembrar que golpe foi a aprovação da Lei do Desarmamento aprovado na calada da noite nessa época, para não dizer na noite de Natal.

    Abraço

  • Fernando Luis

    Cadê os nomes desses parlamentares eleitos pela indústria da bala? Assim, ficamos sabendo quem são esses “santinhos”!

    • Otto Lima

      Que tal você questionar por que o Viva Rio e o Instituto Sou da Paz são financiados por George Soros, as famílias Rockfeller e Rothschild e pelo governo britânico? E que tal você questionar por que o Estatuto do Desarmamento foi aprovado com votos comprados pelo mensalão do PT?

  • Luiz Carlos Fernandes Dias

    PaRRRRRlamentare$$$$$$$$$$$$$$!

  • Otto Lima

    Convém lembrar que políticos desarmamentistas também recebem doações de campanha das indústrias de armas, vide o exemplo da hoje ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Maria do Rosário, que em 2008 recebeu R$ 75 mil da Taurus para a sua campanha para a prefeitura de Porto Alegre. Naquela mesma eleição, a candidata do PSOL Luciana Genro, outra desarmamentista convicta, recebeu R$ 10 mil da mesma empresa.

    Quanto ao Estatuto do Desarmamento, que está em vigor desde dezembro de 2003, sua ineficácia está mais do que comprovada, pois os índices de criminalidade no Brasil não só aumentaram de lá para cá como a violência se alastrou das grandes cidades para o interior. Como se esperava, a lei só atingiu os cidadãos cumpridores da lei e os bandidos continuam tendo livre acesso a armas de fogo e munição, seja por contrabando ou pelas mãos de agentes do Estado corruptos. Além disso, as polícias e o sistema prisional estão falidos e corrompidos; e a legislação penal e processual penal vigente permite que bandidos perigosos fiquem menos tempo na cadeia do que deveriam e saiam pelas brechas da lei para cometer novos crimes.

    • Skull Lord

      Mas isso eles não contam hahahahaha!

  • Gal Reis Oliveira

    É, os maiores bandidos estão no Congresso Nacional, nas assembleias e Câmaras.

  • janeteja

    o povo foi enganado, prefiro andar por todo pais com a maioria das pessoas sem antecedentes criminais armadas e bandidos com receio pq a maioria esta armada.do que um pais onde a maioria do povo vira galinha e solta as penas quando tem 1 vagabundo portando uma pistola e todo mundo vira refem e ninguem ao redor pode ajudar nem fazer nada pq a lei roubou o direito das pessoas de bem e deu o poder de juiz ao bandido que condena a pena de morte ao cidadao de bem. fora comunistas pt,psol,pt do b e todo tipo de ong financiada com dinheiro publico.

  • Ronney

    “É quase que um atestado de falência do Estado como instituição que deve zelar pela segurança pública. É como se dissesse: ‘Como não conseguimos resolver a situação, vamos armar o cidadão para cada um se defender. Assume a guerra de todos contra todos’”

    Isso não é quase um atestado, É um atestado.

    Inclusive que não pode nem ser refutado pelos dados oficiais do governo, que demonstram claramente a escalada da violência.

    Porque não deixar que o cidadão de bem se proteja? e quanto ao Congresso em Foco, por que não dar espaço no debate para o outro lado ? porque não entrevistar o movimento viva brasil? que TAMBÉM é uma ong ?

    • Bernardete Baronti

      Concordo com você. Estão querendo deixar nas costas, digo, nas mãos da população a tarefa/serviço que a eles (Estado/polícia) competia fazer, ou seja, cada um que se cuide com suas 9 armas nas mãos e 50 munições ao mes. VERGONHA!

  • Bruno Gomes

    O estado falha no que se refere a segurança e saúde, se o povo não se sentisse tão inseguro, não precisaria de medidas como essa pois o bandido tem vez em nosso país.

  • Roberto Gilnei Jr.

    Qual a utilidade dessa tua “arma em casa” quando um bandido te abordar na rua e encostar uma arma na tua cabeça? A maioria das pessoas que atualmente possuem arma hoje não a usam 24 horas por dia. Logo, não estão protegidos como imaginam…

  • Skull Lord

    O Sr. respondeu sua própria pergunta. 🙂
    Cidadão armado, bandido procura emprego.