Depois de Agnelo, Arruda e Filippelli também deixam a prisão

Agnelo QueirozBrasíliacorrupçãoDepartamento de Polícia Especializada em BrasíliaDistrito FederalJosé Roberto Arrudamané garrinchaministério público federalMPFoperação panatenaicospicturestadeu filippelli
Comentários (0)
Comentar