Após deixar governo, Agnelo acumulou condenações na Justiça e virou vendedor de loja virtual

Agnelo QueirozBrasíliacorrupçãoDistrito Federalestádio mané garrinchafichalimpaJosé Roberto ArrudaMichel Temerpicturestadeu filippelliterracap
Comentários (0)
Comentar