Conhecidos há 50 anos, Dilma pede a José Aníbal: “Não me condene antes da hora”

crise brasileiraDilmaDilma Rousseffimpeachmentjosé aníbaljulgamentoLegislativo em crisepicturesSenadotucano
Comentários (0)
Comentar