Temer ficará no máximo mais quatro meses no cargo, preveem líderes do Congresso

cenários políticosCongresso em Fococrise brasileiradeputadosdiretas jáeleição diretaeleição indiretaeleições presidenciaisibpadimpeachmentlíderes parlamentaresMichel TemerPainel do PodersenadoresSylvio Costatendências políticastermômetro do poderTSE
Comentários (13)
Comentar
  • Fantomas

    Está bem. E pôr quem no lugar? O PCC?

    • Jose Bem Maior

      O PCC não iria se misturar com tanta gente ruim assim.. vá !

  • ricardoluiz silvacosta

    Eu entendo que FORA DA CONSTITUIÇÃO NÃO HÁ SALVAÇÃO. Chega de emenda constitucional se ainda não cumprimos sequer 1/3 de seus 250 artigos. E a luz da Constituição Federal o congresso nacional tem legitimidade democrática para eleger o (a) presidente tampão até às próximas eleições gerais do ano que vem (2018).

  • Eduardo De Paula Barreto

    ASCENSÃO E TOMBO
    .
    Hoje vim trazer-lhes flores
    Com pétalas disformes
    Flores secas sem olores
    E também sem pólen
    Para separar as páginas
    Da biografia trágica
    Que retrata o assombro
    Da história com o título:
    ‘O Presidente ilegítimo
    Ascensão e tombo’.
    .
    Um parasita contumaz
    E mero ser decorativo
    Acostumado a ficar atrás
    Dos poderosos políticos
    Para longe das câmeras
    Fazer tramoias e chicanas
    Mantendo a nefasta figura
    De vampiro monetário
    Que suga o erário
    Passando longe das urnas.
    .
    Traidor-mor da República
    Que como reles facínora
    Superou o miserável Judas
    Ao dar um beijo em Dilma
    Entregando-a aos criminosos
    Que com acordos ardilosos
    Abreviaram o seu mandato
    Para em troca de favores
    Retirarem dos trabalhadores
    Os direitos conquistados.
    .
    Ao ver-se envolto em denúncias
    E execrado pela plateia
    Negociou a sua renúncia
    Para safar-se da cadeia
    Propôs entrar para a história
    Como ícone da escória
    Contanto que longe do cárcere
    Mas o povo disse sem medo:
    ‘De Judas faça arremedo
    E pendure-se numa árvore’.
    .
    Eduardo de Paula Barreto
    02/06/2017
    .

    • Sales Machado Mota Machado

      Muito bom. Cada um protesta com o que tem de melhor.

  • Damir

    Interessante, no B rasil são os homens que preveem, não a Constituição..
    Seriam esses homens aluguns tipo “semi-deuses”?

  • O ELEFANTE NA SALA

    O pedido de vista do ministro Morais sinaliza o que vai acontecer no TSE, dando eficácia (temporária) aos esforços do “fica Temer”. Mas atenção: se o homem da mala for preso, a próxima semana é a última do “consertador” da economia. Não tanto por eficiência do sistema anticorrupção, mas simplesmente porque Rocha Loures, por motivos pessoais, vai entrar em pânico, e dar com a língua nos dentes. Aí então, byé Temer…

    • Damir

      Se o ex deputaedo Roc Loures tiver posição sememlhante a do ex deputado Euduardo Cunha, isto é, praticar a “lwealdade” aos “companheiros”, não vai sair nada

  • walmir

    Fica Temer…voce e um genio em administrar o bananistão…kkkkkk…
    Silvio Santos vem ai….la la……la la la….

  • Valdir

    CF, dê uma revisada aí porque tem resultado que soma 101%.
    Eu hein!

    • Fábio Brandão

      Não há problema dar 101%. Pelo arredondamento isso sempre pode acontecer.

      Suponhamos que se entrevistem 1000 pessoas, que 507 acham que o Temer cai, 407 acham que o Temer conclui o mandato e as 86 restantes não opinaram. 507+407+86 = 1000.

      Agora transforme isso para porcentagem sem casas decimais, como está na matéria acima:
      507/1000 se arredonda para 51%, 407/1000 se arredonda para 41% e 86/1000 se arredonda para 9%. Sendo assim, temos que 51+41+9 = 101, mas o arredondamento está absolutamente correto. Errado seria arredondar para menos um valor que está mais próximo do numeral exato acima apenas para manter um preciosismo bobo de “tem que somar 100%”

      • Valdir

        Até concordo contigo que nesse caso foi um “preciosismo”, por se tratar de uma simples matéria, mas não bobo. Às vezes é indispensável o uso das casas decimais. Dois exemplos são os Balanços Patrimoniais das Empresas (Ativos x Passivos = 0,00000) e outro são as eleições. Suponha uma eleição entre 2 candidatos com 987 votos válidos. Um recebe 494 votos e outro 493. 494+493=987.
        Se desconsiderarmos as casas decimais e usarmos o arredondamento, os dois candidatos ficarão com 50% cada um. E isso acontece, como ocorreu nas últimas eleições que tivemos prefeitos (acho que 2) eleitos por 1 voto de diferença.
        Mas nesse exemplo somos “obrigados” a usar as casas decimais, que mostrará que o eleito teve 50,05% e o derrotado 49,95%.

        • Fábio Brandão

          Existem casos que, pelo arredondamento, é impossível a soma das 100% exatamente. Se colocar 1 casa decimal a soma pode dar 100,1%, se colocar duas pode dar 100,01%…

          Divida algo em 6 partes iguais e tente fazer somar 100% quando colocado em porcentagem.

          Simplesmente não há erro quando uma soma, por questões de arredondamento, não é 100%