Maia estuda fim de verba indenizatória, mas avisa: “Não adianta prometer o impossível”

Câmaragastos públicosgestão públicaoperação política supervisionadapicturesRodrigo Maiaverba indenizatóriaverbas e cotasverbasecotas
Comentários (0)
Comentar