Governo anuncia acordo com caminhoneiros, mas entidades que organizaram greve rejeitam

abastecimentoABCamalta dos combustíveisANTTCarlos MarunCNTCNTAcombustíveisCrise econômicadieseleconomiaeconomia brasileiraEduardo GuardiaEliseu PadilhaEunício OliveiraFeconeFetac-ESFetrabensFetramigGoverno TemerJosé Araújo SilvaJosé da Fonseca Lopesmichelle bacheletNTC & LogísticaPedro ParentepetrobraspicturesSinacegSindicam-DFSinditac-RSTransporte Forte DigitaltransportesUnicam
Comentários (6)
Comentar
  • ricardoluiz silvacosta

    Esse governo atual do Brasil é muito ruim. É muito fraco. Não tem autoridade moral, nem política pra resolver nada. Taí o resultado, o povo brasileiro, que sempre paga as contas dos desmandos de governos corruptos neste país, acaba refém de uma greve que pode ser justa e necessária. Porém, não pode sacrificar ainda mais o já sofrido povo brasileiro. Quer dizer, os grevistas estão atirando nas pessoas erradas.

  • Paulo

    A atual direção da estatal está tentando consertar os erros cometidos nas gestões anteriores e tudo às custas da população, uma insanidade. Estrategicamente não há como sair desse impasse. Anormalidades do passado que deixaram sem saída o governo presente, talvez ‘resolvido’ de forma não democrática. Acho que esse é o momento em que todos deveriam apenas rezar.

    • ricardoluiz silvacosta

      FORA PARENTE DO CÃO.

  • Carneiro

    A Petrobras não vai cobrir subsídios, então o governo (tributos) pagarão a conta da desoneração dos combustíveis é o caso típico de soma zero!

  • Fábio

    Há uma séria desconfiança de que se trata de locaute, ou seja, uma greve ilegal liderada pelos empresários. Sim: os caminhoneiros seriam na verdade pelegos, e todos aqueles que viram nessa greve uma grande mobilização da classe trabalhadora passaram vexame.

    • Carneiro

      A classe trabalhadora neste país tem pouca capacidade de deliberação

      Isso macula nossa democracia!

      Na verdade é o setor produtivo pagando o preço das políticas neoliberais de Temer

      Mas os pobres coitados pegam carona nessa briga entre setor produtivo x especulativo ainda que não esteja tão claro!