CNT: “Petrobras mente” e transportadores não podem responder pela ineficiência e corrupção da estatal

cármen lúciacideCNTcombustívelConfederação Nacional dos Transportescrise brasileiraCrise econômicaeconomiaeconomia brasileiragestão públicaICMSo brasil nas ruaspetrobraspicturesRandolfe RodriguesRodrigo MaiaRomero JucáSTFsupremo tribunal federal
Comentários (17)
Comentar