Sem foro, Pazuello passa a ser julgado pela Justiça Federal de Brasília

BrasíliaEduardo PauzelloForo privilegiadoJustiça FederalLewandowskiRicardo LewandowskiSaúdeSTF
Comentários (2)
Comentar
  • Edison Sampaio

    Se houvesse seriedade, o General Pazu estaria lascado, pois não há como negar que houve incapacidade para gerir a pasta e, no mínimo, desídia. Não é pouca coisa, levando-se em conta a tragédia que provocou com sua gestão temerária. Muita gente sofreu, muita gente morreu. E não foi só no Amazonas, mas em todo o Brasil. Por qual motivo o General Pazu teria aceitado esse cargo, sem ter capacidade para isso e, pior, sabendo que o Capitão Encrenca já nasceu encrencando e que, ciumento, não lhe deixaria trabalhar? Teria sido só pelos R$35 mil de salário como Ministro? E como pôde ele, um General, ter se submetido a um Capitão que foi reformado disciplinarmente do Exército, por incompetência e incompatibilidade?

  • Fabio Martins

    “Um manda, o outro obedece” – disse Pazuelo quando foi admitido ao cargo.
    Agora, ele não presta mais para o mito, que o deixou para morrer, assim como o fez com Bebiano (esse, morreu mesmo, provavelmente envenenado após dizer que “eu vou cair, mas vou cair atirando!”), o deputado-maromba-cabeça-de-mamadeira-de-piru e a Sarah INVERNO.

    Estão vendo, GADO, como o mito e sua familícia age com vcs? Usa e DESCARTA!
    E você aí, passando pano para o genocídio de mais de 300 mil brasileiros mortos por essa política de saúde do presidente da república que mata sistemática e diariamente milhares de brasileiros…

    Ah sim, enquanto que vc tá aí nas redes sociais replicando as frases de fake news que o Carluxo manda vcs publicarem, com idiotices como “eu me curei com o kit de cloroquina!”, a familícia toda já se vacinou… e caso dê alguma m**** com eles, o plano de saúde vitalício lhes ajudará. Já você, GADO, vai pra fila por uma UTI e provavelmente vai morrer por ali, sem atendimento e fazendo arminha com as mãos e vai ser enterrado com o dedo da arminha no fiofó, sem sequer poder realizar um velório com seus parentes…