Prioridades de Bolsonaro na Câmara incluem armas, lobby e venda da Eletrobras

autonomia do banco centralBanco CentralBCCâmaracodigo de transitoDavi Alcolumbreeletrobrasestatuto do desarmamentoJair BolsonaroLuiz Eduardo RamosPaulo Guedesprivatização da eletrobrasreforma administrativareforma tributáriaRodrigo Maia
Comentários (2)
Comentar
  • Anides Soares

    Engraçado. Ladrão, traficante, que normalmente apoia o presidiário anda pra cima pra baixo com fuzis, metralhadoras,a televisão mostra todo dia, há mais de 17 anos pode..Bolsonaro quer que o cidadão se defenda, e vem os” sou da paz esquerdistas” (armados e com seguranças), dizendo que não pode .MST invade fazenda de arroz, feijão. boi, banana,tomates, pimenta do reino, comem e destroem tudo em três dias, pode.Presidiário (muito ficha suja) com mais de 30 anos pra cumprir andar por aí vendo até papa, pode,Filho limpador de fezes de animais, milionário (com a OI),da noite pro dia, pode Deputado que toma posse dentro da cadeia, pode..E cidadão com ficha limpa, não pode ter arma pra defender-se de todos esses larápios, pois ,não pode mesmo.

  • Valdir

    Não há sintonia do corrupto Congresso com o plano do governo Bolsonaro. A população está alerta e essa postura só fortalece o presidente para 2022, como ocorreu em 2018.
    A expectativa do governo é que no 1° semestre sejam aprovados: a reforma tributária, a reforma administrativa e o Plano Mais Brasil.
    Se isso não ocorrer os culpados serão os deputados e senadores, com especial peso de culpa dos corruptos que dirigem as casas legislativas.