Reforma da Previdência prevê contribuição com alíquotas de 7,5% a 22%. Conheça outros detalhes da proposta

aposentadoriasfuncionalismo públicoJair BolsonaroMP 871/2019Nova PrevidênciaPaulo Guedesreforma da previdênciaRogério Marinhoservidores públicos
Comentários (3)
Comentar
  • Luis

    E a contribuição dos autonomos ,continuará em 20% . Quem tinha direito adquirido como as profissões especiais que foram extintas ( 20 % mulher e 40% homem) como fica?

  • Valdir

    Na matéria não fala sobre o regime único para trabalhadores da iniciativa privada e servidores públicos, dando a entender que o setor público, principalmente os “marajás”, continuarão com aposentadorias integrais. Também não cita como ficará o acumulo de pensão e aposentadoria.
    Essa matéria está muito pobre!

  • EM C

    Vai ser aplicada a juízes, desembargadores, ministros de tribunais superiores, conselheiros de tribunais de contas, procuradores municipais e estaduais, além de promotores e procuradores do MP? É onde mais vai embora dinheiro público pra retorno social quase próximo de zero.