Omissão do Judiciário leva à morte uma em cada 10 vítimas de tortura, diz relatório

CNJCNMPdefensoria públicaDireitos humanosJudiciárioMinistério PúblicoPastoral CarceráriapresidiáriosSegurança Públicasistema carceráriosistema prisionalsuperlotaçãotortura
Comentários (11)
Comentar
  • arino

    E ESPERO QUE CONTINUE ASSIM.
    PARABÉNS AO JUDICIÁRIO.

  • ALMANAKUT BRASIL

    A Pastoral Carcerária já visitou os Tribunais do Crime?

    E os conventos onde ocorreram estupros e foram encontrados esqueletos de bebês?

  • Bento Sartori de Camargo

    Ô Pastoral pelamordedeus, qual é o problema de “superlotação de presídios?”. Basta ser um cidadão de bem que jamais irá parar lá. E quanto às vítimas que a maioria desses lixos destruíram ou simplesmente mataram ou causaram violentos danos ao patrimônio ou na família?, com elas vcs não se preocupam. Criem vergonha na cara e parem de defender bandidos e criminosos, se morrerem que sejam recebidos com a mesma alegria que os mandamos!!!.

  • Eduardo Henrique

    Quando os padres de passeata farão um relatório com os resultados e punições aos padres que vítimam crianças e adolescentes com seus abusos sexuais ? Isso também não é tortura? Aguardarei

  • Marcos

    E os que não são presos e continuam cometendo graves crimes que o judiciário não ve como criminoso que possa voltar a cometer o crime? dentre eles tem aqueles agressores, bebados que matam no transito, etc….todos esses eram para estarem presos e não estão, estão ai ameaçando a paz do cidadão de bem.

  • Aroeira2602

    vamos fazer o seguinte: todo brasileiro de bem leva um preso para sua casa….assim vamos diminuir a populaçao carcerária, já que a maioria que está lá é inocente e vítima da sociedade. E quem adora defender bandido leva dois…..rapidinho vamos esvaziar os presídios.

  • Roberto Andrade

    Parabéns pela coragem em abordar o assunto e divulgar as informações. O país caminha a passos céleres para a institucionalização ilimitada dessa prática.

  • Luiz R

    O título da matéria já antecipa o quanto o seu conteúdo é tendencioso. Responsabiliza exclusivamente o P. Judiciário, apesar de revelar estatística de que partiu dos juízes (aos quais cabe julgar e não defender e acusar) a maior parte (6%) das determinações para realização de exames de corpo de delito (4% e 5% da Defensoria Pública e do Ministério Público, respectivamente).
    A intenção evidente de atribuir ao P. Judiciário a responsabilidade exclusiva pela má qualidade das prisões, que são administradas no Brasil pelo Poder Executivo, é fruto de ignorância ou deliberada má-fé do autor. Lamentável…

  • goncmcs

    Só tem gente boa nas penitenciárias, que dó!

    • Ernesto Freire Pichler

      Com certeza, os policiais não são gente boa. Torturadores são o que de pior pode haver na humanidade. Já se excluíram da humanidade.

  • Antonio Carlos Jr Zamith

    ora! a democracia no Brasil não resolveria isso.? a maldita CF88 culpada disso e outras coisas.