“Decisão de Bolsonaro”, diz Mourão sobre divulgação de vídeo pró-golpe militar

ditadura militarExércitogolpe militarhamilton mourãoJair BolsonarooposiçãoPGR
Comentários (4)
Comentar
  • Roberto Cunha

    Enfim, alguém fala abertamente sobre a responsabilidade do vídeo. O Bozo e seus asseclas são mesmo covardes!

  • Bento Sartori de Camargo

    Olá jornalistas medíocres do Congresso em Foco, reportem apenas informação correta de que não houve “golpe militar” em março de 1964 mas sim uma ” intervenção das FFAA” para evitar que uma cambada de aprendizes de comunistas tomassem o Poder, subversivos que faziam “cursos” na Democrática Cuba, né Dilma?.

  • Edison Sampaio

    Pessoas ajuizadas sabem o momento que vivemos naqueles tempos e têm consciência de que a interveniência das Forças Armadas foram importante para o Brasil. Vivíamos a “guerra fria”; o comunismo assolava o Leste Europeu, alguns países da Ásia e outros da América do Sul e Caribe. Jânio já tinha ido a Cuba, já tinha condecorado o frio assassino Guevara; Jango, com suas “idéias trabalhistas” e associado à banda podre da igreja católica era simpático às perigosas Comunidades Eclesiais de Base e às ligas camponesas, em destaque a do comunista Francisco Julião; comunistas infiltrados faziam a cabeça de nossa tola e sonhadora juventude… Enfim, corríamos grande risco de sermos dominados pela ideologia que sacrificou milhões de pessoas, inclusive matando de fome e arrasando nações inteiras. Pessoas ajuizadas sabem disso.
    Implantou-se por aqui um regime forte, que debelou o movimento e fez o Basil crescer como nunca. Todavia, houve excessos, reconhecidamente de ambos os lados e, enfim, num acordo, chegou-se à anistia geral e irrestrita. Acabou-se e pronto. O movimento passou para a História. Remoer com espírito de vingança é cutucar o diábo com vara curta!” O quê que o Bolsonaro tinha que fazer isso, recrudescer o que estava mais ou menos quieto… Ainda mais num momento crucial em que vivemos, carentes de reformas…
    Bem, Bolsonaro arrisca-se por besteiras. Tinha mais era que olhar para o Brasil, governar. Os militares são discretos, porque são da paz. Essa idéia de Bolsonaro não foi boa e não foi bem vista. Aliás, Bolsonaro não tem sido mais bem visto. Se as eleições fossem hoje, o desgraçado do Hadad teria ganhado (Deus nos livre!)… Mas queria finalizar dizendo que Bolsonaro deve mesmo é ficar velhaco, colocar as barbas de molho. O cara precisa presidir o Brasil e largar de bobagens, como essas viagens que fez aos EUA e a Israel. Me digam aí: que bem fez ao Brasil essas duas coisas? Estamos levando mais ferro do que lucro!

    • Edison Sampaio

      Quer saber? Estaríamos muuuito melhor com Mourão, que assustou no começo mas tem se mostrado ponderado e conhecedor. Bolsonaro é que se cuide!