Dez caminhos para o voto consciente

campanha eleitoralcidadaniademocraciaeleiçõeseleições 2018fake newsGlauco Humaijustiça eleitoralvoto consciente
Comentários (3)
Comentar
  • Bento Sartori de Camargo

    ô Glauco Humai, qual é o teu problema?, vá estudar e principalmente interpretar uma realidade e as projeções para o futuro do país e da sociedade.

  • Compadre Inocêncio

    Sou leitor assíduo desta página que se intitula ” veículo jornalistico que faz uma cobertura ‘apartidária’ do Congresso Nacional. Entretanto, impossível negar que comentários veiculados sobre esse período que antecede as eleições mostram um viés claramente parcial, mais precisamente orientação contrária a uma candidatura específica. O resultado da eleição mostra-se previsível, em que pese o esforço e a manipulação de informações e pesquisas. Entendo oportuno escrever isso, aqui e agora, para evitar que o silêncio obsequioso dê a escumalha pretensamente “formadora de opinião” , a ideia que somos solícitos idiotas. Tem cada opinião …….Jesuis. As vezes penso …… será que eu sou um idiota ou simplesmente eles acham que sou ?!

  • Fábio

    Isso de voto consciente é uma platitude vazia. Não é preciso percorrer dez longos caminhos para se chegar ao voto, como se fossem as tarefas intermináveis de Hércules.
    Pelo menos na disputa presidencial, há uma escolha moral claríssima a ser feita. A disputa está entre Bolsonaro e Haddad. Todo o resto não tem chance e significa desperdício de voto. Há um plebiscito entre petismo e antipetismo já no primeiro turno.
    Assim, o voto em Bolsonaro é a escolha óbvia pragmática e ética para aqueles que têm mínimo bom senso e temor em relação a nosso futuro. Ou querem ser governados novamente pelos canalhas do petrolão e da maior recessão econômica da história? O que o PT tem a nos oferecer, com sua chapa montada no presídio, é um caos ainda maior.
    E o mais espantoso é ver a mídia em um esforço suicida atacando Bolsonaro. Sim, pois atacá-lo significa promover os petralhas que nem disfarçam mais: vão praticar a censura caso voltem ao poder. Será que os jornalistas não têm consciência disso? Atacam o único candidato que pode lhes assegurar a liberdade de atuação? Vejam como a patalogia esquerdista leva a decisões estúpidas.