Toffoli suspende decisão de Marco Aurélio que poderia ter libertado Lula

codigo de processo penalConstituição FederalCPPdias toffoliJudiciárioLulamarco aurélio melloOABOrdem dos Advogados do BrasilpatriotaPCdoBPGRprocuradoria-geral da repúblicaSTFsupremo tribunal federal
Comentários (4)
Comentar
  • Fábio

    Decisão sensata.
    A liminar de ontem foi a decisão judicial mais aberrante e irresponsável que tive a oportunidade de ver nessa vida.

  • Valdir

    Ele ainda é novo e está começando a conhecer o “caminho das pedras”. Desde que o General Villas Bôas recomendou o General Fernando Azevedo e Silva para assessorá-lo e ele o fez incondicionalmente, ele começou a perceber que agora a banda toca diferente.
    Inclusive o General Azevedo e Silva é o que será o ministro da Defesa do Bolsonaro.
    Teremos um novo Brasil em 2019, embora o judiciário será o mais árduo para ser desPTizado!

  • Edison Sampaio

    Toffoli tem criado juízo desde que assumiu a presidência do Supremo. Já desconfiava que ele suspenderia a decisão monocrática do maluco Marco Aurélio, pois haveria uma chuva de pedidos de liberdade Brasil afora. Além do mais, à vista dos processos que Lula ainda terá que ser submetido, com prováveis condenações, não acredito que o plenário da “corte” revogue o que já foi decidido anteriormente sobre a prisão em 2ª Instância. Seria grave e ridículo demais. Tenho quase certeza de que, daqui por diante, com o acúmulo de condenações, Lula será largado às traças. Morrerá na ignomínia, na desonra, mesmo que no futuro, daqui a uns 3 ou 4 anos, já doente, concedam-lhe prisão domiciliar, com tornozeleira. É triste, para um homem que poderia ter entrado para a História não como um ladrão, mas como um estadista. Que sirva de exemplo!

  • Antonio Carlos Jr Zamith

    toffoli sabe que agora seria reação militar. Uma coisa é o plenário e outra é um ministro imbecil que tem divisas a pagar com as máfias politicas.