STF dá cinco dias para Lira explicar não abertura de processo de impeachment

arthur liracármen lúciaimpeachmentJair Bolsonarokim kataguiriMBLRonan BotelhoSTF
Comentários (12)
Comentar
  • Ricardo Veloso da Silveira

    e os pedidos de impeachment dos ministros do supremo ,vao ficar engavetados?

    • Luiz Claudio correa

      acho que ela deixou passar sem querer… mas uma gaveta é uma gaveta, outra gaveta…

  • José Oliveira

    Impedimento e prisão perpétua (tem que abrir essa exceção, nesse caso), para o genocida.
    Deve ser condenado a 30 anos por cada uma das 360 mil mortes já ocorridas até agora por causa do terrível Bolsovírus-17.
    E, a conta é bem simples de fazer: 360.000 x 30 = 10.800.000 anos de prisão.
    Como é impossível ele cumprir essa pena, bem leve inclusive, então, deve ser transformada em prisão perpétua ou, em morte por enforcamento em praça pública.
    Justo. Justíssimo!

    • Ricardo Veloso da Silveira

      E quantos anos o bandido do lula deveria pegar ,seus roubos causou milhares de mortes por fome e falta de hospitais

  • Thiaqo Bernardo

    STF é formado por agregados da laia do Lula.

    • VIANEI ROSA

      Sai dai lazarento, Lula foi o melhor presidente que o Brasil já teve

      • Moura Alves

        Fraquíssimo

      • ernesto

        Não te respondo porque vc não merece. Precisa desenhar?

  • Bala de Prata

    A credibilidade do jornalismo da esquerda LuloPeTista está em franca decadência. Esse tipo de matéria serve apenas para causar a euforia dos tolos.

  • Juliano Silveira Camargo

    Não foi essa a decisão da ministra. O prazo de 5 dias é para o advogado impugnar o agravo, contra a decisão que negou liminar para determinar abertura de processo de impeachment por ausência de prazo para o presidente da Câmara deliberar sobre os pedidos… é prazo para o advogado falar nos autos, nada a ver com o que a matéria deixa a entender.

    • roberto azmann

      É que a blogueira calista, faltou a todas as aulas de português.

  • Leandro Bezerra

    Ótima matéria, muito esclarecedora e bem escrita. Uma raridade!!