Moro pede para Maia não votar reforma na execução penal neste ano

CâmaraCCBBCentro Cultural do Banco do Brasilcodigo de processo penalCPPlegislativoLei de Execução PenalLEPPL 9054/17PLS 513/13Rodrigo MaiaSérgio Moro
Comentários (7)
Comentar
  • Fábio

    Moro é hoje o brasileiro de maior notoriedade no exterior, símbolo internacional de combate à corrupção.
    Não há sentido mesmo em aprovar uma reforma da legislação que não passe pelo seu crivo. Vamos aguardar a institucionalização da Lava Jato que ocorrerá a partir do ano que vem.

    • Sebastião L Machado

      So o tempo dirá a que veio. É Dom Quixote contra o moinhos de vento.

  • Sebastião L Machado

    Antes de assumir, sem poder para isso, Moro mostra nenhum escrúpulo em pressionar o Congresso para não votar determinada lei. Submeter projetos de Lei à aprovação é dever, obrigação do presidente da casa. Se não deseja que seja aprovada que pressione os deputados e a até o presidente da casa. Mostra assim, antes de ocupar a cadeira a ale destinada, desrespeito ao legislativo, autoritarismo, arrogância.

    • Adyneusa Moura Oliveira

      Do mesmo jeito que fez Paulo Guedes querendo obrigar o senado aprovar a reforma da previdência em detrimento da LOA, Que desconhecia os trâmites da casa e as leis.
      Esse governo é repleto de pessoas de má fé e ignorância.
      Aguardemos o próximo ano, será um descalabro, uma demonstração de incopetência.
      Apesar que Moro não segue leis, trabalha em regime de exceção.

      • Fábio

        Adyneusa, saudade do modus operandi do PT? O petrolão e o mensalão foram promovidos por gente instruída e de boa-fé? Mui republicana a esquerda, que compra parlamentares na base da propina. Lindo, não?

    • Fábio

      Bobagem! Quem pauta é o presidente. Moro deu apenas uma sugestão.
      Quando o PT aprovava projetos na base da corrupção bilionária, achava lindo. Agora vê “autoritarismo, arrogância” em uma solicitação pública. Faz-me rir.

      • Sebastião L Machado

        Ocioso referir-se ao PT.