Deputado burlou prisão domiciliar para votar em Arthur Lira

arthur liraBoca Abertaeleição da câmaraJustiça
Comentários (1)
Comentar
  • Jorge Teixeira Carneiro

    Isso aí é fácil de reverter.
    É só dizer que ”não tem domicílio próprio”.
    Portanto não pode cumprir ”prisão domiciliar”.
    Nessa turma aí, quase ninguém tem domicilio, moram de favor nos imóveis dos amigos.