A guerra fria envolvendo Bolsonaro e as instituições

celso de melloCollorCongresso em FocoCongresso NacionaldemocraciaDias ToffliDilma Rousseffguerra friaimpeachmentinstituições democráticasJair BolsonaromilitaresRicardo CappelliRodrigo MaiaSTF
Comentários (1)
Comentar
  • Vittorio Serafin

    Senhor jornalista, não se pode chamar de instituições, a outros dois poderes que quase que diariamente através dos meios de comunicação (entenda-se Rede Globo e Folha de S. Paulo) agrediram ao chefe de outro poder e sistematicamente buscaram “desconstituir” o Executivo. Creio que STF e CONGRESSO, mantinham uma paz fingida e de tanto fustigarem finalmente chegaram a um ponto sem retorno e a guerra declarada !
    Assim, creio que o presidente foi brilhante estrategista, pacientemente absorveu os sistemáticos golpes ! E foram tantos e seguidos que não há ,como não caracterizá-los como agressões.