Pazuello exonera responsáveis por nota técnica sobre aborto legal na pandemia

abortocovid-19Eduardo PazuelloJair Bolsoanrométodos contraceptivosMinistério da Saúdesaúde da mulher
Comentários (3)
Comentar
  • Edna

    Governo maldito! Isso sim! O Brasil com probabilidade se ser o primeiro em número de mortes do mundo. Quase mil pessoas morrendo todos os dias ! E esses malditos se preocupando em exonerar servidores por elaborar uma nota técnica que sequer sabem interpretar! INACREDITÁVEL! Agora extinguem a politica de saúde mental dos presos, sem nenhum embasamento cientifico. Ainda bem que o CNJ já deu uma bela resposta!! E para completar o grau de pervesidade omitem e manipulam os dados da COVID no país. Temos muitas outras formas de obter os dados diretamente dos estados. O TCU, o Congresso, o CONASS tem capacidade de obterem de formas bem mais ageis que o MS. Fiquem com seus dados. Quero comentar ainda a forma cruel que o presidente retira os recursos da saúde para colocar na comunicação. Esse Presidente não tem coração, não tem alma, não tem ética , nem humanidade. A história está escrevendo seus atos INSANOS. MALDITOS!! Ainda bem que daremos o troco nas urnas, a população não será enganada novamente!!

  • Felix

    Continuamos sem ministro, nem ministério, da Saúde. Esse governo não é sério.

  • Vittorio Serafin

    Essa prática quando os subalternos se articulam prá explodir o chefe se chama “fragging”. E “sabotagem” quando objetiva desacreditar políticas de governo. Nesse caso a exoneração deve ser seguida de processo administrativo para EXCLUIR tais pessoas dos quadros funcionais e igualmente processá-los civilmente pelos prejuízos de imagem ! É só assim que vai se acabar com a “putaria”