Herói, brilhante: as vezes que Bolsonaro e Flávio defenderam miliciano morto

Adriano da NóbregaAlerjAnderson GomesAnistia InternacionalBopeCelso DanielEscritório do Crimeflavio bolsonarogarotinhoJair Bolsonaromarielle francomilicianosmilíciasPMrachadinha
Comentários (4)
Comentar
    • Silas A. Santos

      Você claramente “se esqueceu” de MARIELLE, e claro, do chefe da milícia, o Adriano…. O moro é o desministro da “justissa” do desgoverno do bozo…. Tem mais é que cobrar dele sobre a fakeada no bozo… aliás, o próprio bozo, SE quisesse cobraria do moro….. Mas, NÃO QUER né ?!?!?!… Adriano é a BOLA DA VEZ, portanto sua morte é notícia HOJE, aliás, queima de arquivo …..
      O bozo está presidente, não dá prá ficar apontando outros, teria que governar, SE soubesse….SE fosse CAPAZ….. Cobre do seu eleito, eles é que tem que responder às suas reclamações! Mas, tudo será como o papinho do BNDS, do rombo , etc , gastaram $ 50.000.000….prá depois dizer que tava tudo certo….ehhh BOZOLANDIA, só FAKE NEWS mesmo…..

  • Felix

    Os brasileiros honestos já sabem quem foram os mandantes dessa queima de arquivo e não são da Bahia!