“Gabinete do ódio” usou viagem oficial de Bolsonaro para negociar programa espião

carlos bolsonaroDarkMattergabinete do ódioIsraelJair BolsonaroPegasusprograma de espionagem
Comentários (0)
Comentar