Bolsonaro faz nova investida contra “fecha tudo” na pandemia

Publicidade
covid-19Jair Bolsonaro
Comentários (25)
Comentar
  • Felikes

    E uma figura dessas os militares apoiam!

  • Valdir

    “A média de mais de 3 mil mortes diárias por covid-19 no Brasil não foi suficiente para convencer Jair Bolsonaro de que é preciso mudar a estratégia de combate à pandemia.”

    Sim, é preciso mudar a estratégia, mas pelo que consta, são os governadores e prefeitos que NÃO MUDAM a estratégia. Estão aplicando LOCKDOWN há mais de 1 ano SEM SUCESSO, mas NÃO MUDAM!

    A matéria é completamente controvérsia, visto que ele está querendo mudar a estratégia de combate à COVID, desde que os governadores e prefeitos adotaram o LOCKDOWN como ÚNICA medida de combate ao vírus.

    • David

      Você tirou essas afirmações de onde?

      Como pode fazer mais de 1 ano que se aplica lockdown se não faz nem 1 ano da primeira morte por COVID no Brasil? E mesmo assim o país não está em lockdown inteiro desde lá, foi aplicado pontualmente e em alguns poucos locais. E tem num lugar todo mundo corre pra farrear na cidade vizinha! Fora isso, lockdown não adianta se todo mundo acha que é feriado e desce pra baixada ou vai pro interior farrar, ou seja, mesmo nos poucos lockdowns não houve fiscalização. Onde moro houve restrição de bares (não houve lockdown) e mesmo assim o que mais tinha era estabelecimento aberto com bebida e aglomeração. Lockdown de verdade teve em países como Israel e funcionou.

      No entanto, lockdown mesmo é medida extrema. O melhor quase sempre é restrição parcial quando os casos sobem muito, que é o velho “achatar a curva”. Mas num país desgovernado nas 3 esferas, essa torre de Babel em que ninguém se entende, não há fiscalização e a população ainda joga a última pá de cal em cima se aglomerando sem máscara, a gente sabe muito bem que a chance do país controlar a pandemia é ZERO. Mesmo assim essas restrições de mobilidade são apenas PALIATIVOS para evitar a falência imediata e brutal dos serviços de saúde, como vimos em Manaus e agora no país inteiro. O que resolve é vacina, que o despresidente fez o favor de recusar ano passado.

      Não é à toa que a gente tá passando pela vergonha mundial da OPAS precisar ajudar o país mandando medicação e suprimentos e os países pensam em doar vacinas pro Brasil. Somos uma ameaça ao mundo, país sem rumo nem organização! E o pouco que ainda podia existir foi embora com esse desgoverno federal… acorda rapaz, pula desse navio do Bolsonaro enquanto é tempo. O capitão desse navio é pirado!

      • Jorge Teixeira Carneiro

        Anota aí, ”deivid”!

        https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2021/04/03/isolamento-social-em-sao-paulo-nao-melhorou-com-feriados-antecipados.htm

      • Jorge Teixeira Carneiro

        Não serviu para p0rra nenhuma

      • Valdir

        Que sejam 11 meses, isso não muda o fato de que as restrições e ações de combate ao vírus foi, pelo STF, delegado aos governadores e prefeitos, e que a única medida que eles tomaram até agora, e não mudam, é o lockdown, ou isolamento, ou fique em casa, ou pausa emergencial, como queiram chamar. Por isso virou uma torre de Babel.
        Concordo que o povo tem muita culpa em se aglomerar, mas não é só o povo, são as autoridades também (Bolsonaro, Dória, Bruno Covas, Cláudio Castro, etc.).
        Comparar com Israel (9 milhões de habitantes) um controle da população (Brasil – 216 milhões) não é muito científico. Por isso que se deve gerar os números com base por milhão, e aí o Brasil está muito bem no ranking.
        O que mais prejudica o Brasil nesse combate ao vírus é a politização da doença por parte de TODOS OS POLITICOS.

        • Felikes

          O STF nunca isentou o governo federal das suas obrigações a respeito. E, o STF agiu depois do bolsonaro começar a sabotar e minar as medidas consideradas necessárias pelos estados e municípios.

          Nunca nem ao menos tentou coordenar, nunca ao menos soube mostrar verdadeira solidariedade com as vítimas, acabou se tornando responsável por importante parte da desgraça, se tornou um presidente inviável. Sempre deu e incentivou péssimos exemplos.

          Até hoje nem temos ao menos campanhas governamentais nas TVs e rádios, explicando ao povo o que é e como funciona o corona virus. Como pode ser combatido, como cada um de nós é responsável pela disseminação, ou não, do virus., etc.

          • Valdir

            Quando a OAB entrou com a ADPF 672 no STF, o governo já havia editado 13 medidas provisórias, 17 decretos e 2 leis, além de projetos e ações a cargo de órgãos governamentais para o combate à covid.
            O STF retirou sim a prerrogativa do combate ser coordenado pelo executivo.
            As únicas ações que ficaram a cargo do executivo foi definir restrições em “rodovias federais” e “aeroportos”, além de suprir verbas aos estados e municípios e ajuda às pessoas físicas.
            Tanto que está aí essa zθn@ país afora, com governadores e prefeitos causando esse caos sanitário.
            Agora, depois que deu M…., estão há uns 2 meses querendo jogar o abacaxi no colo do Presidente.
            Ele já disse, que é só pedirem ao STF para revogar a decisão tomada em abril 2020.

          • Felikes

            Ninguém o impediu de ser voluntário de tomar liderança, de ser exemplo, de mostrar interesse. Você sabe disso como sabe também que ele tem sangue nas mãos.

          • Valdir

            Impediu sim!
            Toda decisão dele em relação ao vírus foram e ainda são contestadas pelos governadores, prefeitos e políticos de oposição no STF, e em todas contestações, o STF ratificou o poder dos governadores e prefeitos na determinação das restrições a serem adotadas em seus estados/cidsdes.
            Esses sim, têm e terão por toda vida, o sangue de todas as vidas perdidas escorrendo em suas mãos.

          • Felikes

            Isso por que as decisões dele se limitam a um contestado tratamento precoce e a medidas contra lockdown etc. Não vejo nada de proativo.

            Não restava outra opção aos governadores e prefeitos. Nem campanhas governamentais informativas têm, nem simples exemplos ele pôde dar. Falou contra o uso de máscaras, ainda fala contra distanciamento, chamou os brasileiros de maricas, combateu e sabotou as vacinas, e assim vai.

            E quando chegar um momento que um verdadeiro líder e patriota não pode fazer nada ele ainda chora junto com seu povo e tenta acalentar os que sofrem. Mas esse rapaz diz: parem de mimi, não sou coveiro, e daí?

    • Felikes

      Mas raramente aplicaram um lockdown rigoroso e severo. Fazendo pela metade estica e piora o problema e prejudica ainda mais os comerciantes.

      • Valdir

        No início, a OMS se alinhou ao “lockdown”, e só mudou sua posição quando aconteceu o que até o Bolsonaro teve visão, o 2° problema, “a economia”.
        O discurso de “saúde primeiro, economia se vê depois”, não deu certo. Nos levou a esse caos, com a pandemia descontrolada e a economia destroçada.
        Eu sou um crítico quanto ao protocolo de vacinação. Independente da orientação da OMS quanto as classes prioritárias, e aplicada em todos os países, na minha opinião, nós idosos (acho que 67 é idoso, certo?), deveríamos ser os últimos a serem vacinados.
        Primeiro deveriam vacinar a população economicamente ativa.

        • Felikes

          Primeiro deveriam quebrar as patentes e começar a fabricar vacinas. Podem fazê-lo sem deixar de pagar royalties, a situação é de guerra! Deveriam abandonar a motivação política na hora de aprovar, ou não, uma vacina.

          Quero crer que os institutos como Butantan, Fiocruz e institutos estrangeiros já estejam pesquisando e melhorando as vacinas também para as novas cepas.

          Vacinar idosos tinha uma lógica porque aparentemente eram eles que morriam da doença e os jovens não. Hoje já não é mais assim. Por mim, os primeiros a serem vacinados seriam os nossos heróis da saúde que diariamente enfrentam esse inferno e também os policiais de rua, bombeiros, etc.

          A Covid-19 é uma doença dinámica desconhecida, a OMS aprende com ela durante o trajeto.

          Sou mais idoso ainda e com comorbidade, mas confesso que tampouco entendi bem o motivo da vacinação tão exclusiva para idosos. Mas, o idoso também tem que sair de casa para fazer suas compras de supermercado onde corre um risco maior. Fico muito preocupado mesmo quando a minha esposa vai às compras.

          Desde o início fiquei pensando em duas semanas de severo lockdown seguido por uma semana de abertura e assim sucessivamente até a situação se abrandar.

          Sinto que essa pandemia está nós roubando anos de vida, estamos presos, confinados nessa quarentena.

          • Valdir

            Eu também tenho problemas sérios de saúde. Deixei de realizar duas operações por conta desse vírus.
            A quebra de patente, me parece que já tocaram nesse ponto, mas acho difícil de ocorrer.
            Quanto à prioridade de idosos, por serem mais vulneráveis, resolveram que os mais jovens também deveriam ficar isolados, pois são os transportadores do vírus para dentro de casa. Ora, então que os vacinem primeiro. Eu prefiro que meu filho e minha neta sejam vacinados primeiro, ainda mais agora, que como você destacou, o vírus está atacando jovens e adultos mais novos.
            Eu já vivi uma vida inteira, me realizei, mas jamais me perdoaria se Deus livre e guarde, ficar feliz em tomar a vacina e um de meus filhos ou minha neta sucumbir.
            Eu vejo o obituário da prefeitura e vejo tantos idosos acima de 70 anos, e vacinados, falecendo diariamente.
            Quantas vezes já não assistimos noticiários (antes desse vírus) mostrando o caos nos hospitais e médicos tendo que eacolher quem ele vai deixar morrer, e a opção é sempre salvar os que têm mais chance, via de regra os mais novos foram salvos.

  • Jorge Teixeira Carneiro

    Hoje é dia do Bolsonaro se vacinar.
    1) Se ele se vacinar o UOL e os seus comentaristas vão dizer que ele capitulou perante a vacina do Dória e que é duas caras, cag@o e medroso e que está tomando a vacina que seria aplicada em um idoso mais idoso, porque estão faltando vacinas no DF, por causa dele, é claro.
    2) Se ele não se vacinar, aí vão dizer que está dando o mau exemplo, porque deveria ser o primeiro da fila para se vacinar, que muita gente vai morrer porque ele dá o mau exemplo de negligenciar a vacina.
    Ou seja, vai ser criticado pelo exKrotsho, Currada, SacoMorto, Ruinaldo e etc de qualquer maneira.

    • ADM

      E a responsabilidade é totalmente dele por estar nessa situação
      Tivesse ele adotado uma postura positiva e decente desde o inicio, não estaria agora amargando esses dissabores.
      Tudo que o sujeito faz é criar divergencias.
      Não tem uma atitude sequer para criar convergencia.
      Agora está sofrendo as consequencias desta sua conduta!
      Não desejo mal não, mas está colhendo que plantou!

      • Jorge Teixeira Carneiro

        ”Posição decente” de petista é de 4.

        • ADM

          Posição decente do Jorjão, O acarneirado, é abandonar o dialogo e partir logo para a ofensa.

          • Jorge Teixeira Carneiro

            Desculpa aí, não sabia que era petista.
            Pensei que fosse adePTo da” terceira via”.

          • ADM

            Sou adepto das minhas convicções . diferente de vc que come,bebe,dorme.respira PT.

      • Felikes

        Quem também está sofrendo as gravíssimas consequências é a população brasileira.

        • ADM

          Exatamente, Felikes.

  • Jorge Teixeira Carneiro

    Fiquem em casa, senhores funcionários públicos..
    No 1o dia útil do mês seguinte o salário cai na conta.

  • Jocafaria

    É um idiota contumaz…