Sem ser votada pelo Congresso, MP da crise energética perde validade

ANACâmara dos Deputadoscrise hídricaenergia elétricaJerson KelmanLuiz Baratamedida provisóriaMPMP 1055ONStaliria petrone
Comentários (1)
Comentar
  • Ralph de Souza Filho

    AOS CRETINOS FUNDAMENTAIS QUE HAJAM DISPENSADO ESSE TRATAMENTO E ABORDAGEM NEFASTAS E FUNESTAS CONQUANTO À ADMINISTRAÇÃO DE TODA A OPERAÇÃO A ENVOLVER O SETOR ELÉTRICO, ENTÃO, NEM ÁGUA..