De catador de recicláveis a vice-líder da oposição: a saga de Aliel Machado

Aliel MachadoBrasíliadesigualdade socialEduardo BolsonaroesquerdaimpeachmentMarina Silvamovimento estudantilParanáPCdoBPonta GrossaPSBPTrede sustentabilidadereforma da previdênciaTabata Amaralujsvasco da gama
Comentários (1)
Comentar
  • Elena

    Na época do impeachment de Dilma eu escrevi para o deputado Aliel votar contra, pois ele era um dos indecisos. Não sabia de sua história como ex-catador de lixo e como chegou à Câmara dos Deputados. Gostei por ter votado contra a reforma da previdência e acho bom ele não ter muito contato com essa Tábata, pois ela é um engodo, que não defende o povo e, sim, o rico Jorge Lemann. Agora discordo quando o sr. Eliel diz que Bozzo é “cria” do PT e que o PT é o principal responsável por essa tragédia que vivemos. Não, sr. Eliel, o senhor desconhece a responsabilidade da mídia, da elite brasileira, do judiciário que envenenou o povo contra o PT, o único partido que verdadeiramente governou em favor do povo brasileiro e que deu oportunidade na vida de gente como o senhor a superar as dificuldades e conseguir chegar a um lugar de destaque. Acho melhor o senhor se inteirar do papel da mídia golpista nessa polarização que ela criou, em especial, a Globo, ao demonizar o PT e os seus políticos, principalmente o Lula. Não seja mais um dos manipulados dessa mídia golpista, sr. Aliel!