Terça, 24 de Janeiro de 2017

Por onde começar a prova?

“Qual a ordem preferencial para a solução das questões de uma prova de concurso público? Tenho, para essa pergunta, pelo menos quatro respostas, dependendo do concurso, do candidato e da formação dele”

Aproveito este artigo para responder a uma pergunta que recebo com frequência de internautas, alunos e ex-alunos: qual a ordem preferencial para a solução das questões de uma prova de concurso público? Tenho, para essa pergunta, pelo menos quatro respostas, dependendo do concurso, do candidato e da formação dele. Vejamos:

R 1. Comece respondendo às questões das disciplinas que exigem maior grau de concentração e interpretação (Português, língua estrangeira, legislações etc.); depois, resolva as questões mais trabalhosas em relação a cálculo (Matemática, Estatística, Contabilidade etc.); por fim, faça as questões menos trabalhosas, mas não menos importantes, como Direito Constitucional, Direito Administrativo, Informática etc.);

R 2. Responda primeiro às questões simples, com grau de dificuldade 1 (pelo menos 30% da prova); em seguida, às questões com grau de dificuldade 2 (40% da prova) e, finalmente, às questões com grau de dificuldade 3 (30% da prova), estas farão a diferença para a lista de classificados;

R 3. Inicie a prova pelas questões das disciplinas relativas à sua área de formação ou por aquelas que você mais gosta de estudar ou estudou mais;

R 4. A última resposta é a mais óbvia: responda às questões na ordem que forem apresentadas, já que o candidato que quer passar em um concurso não pode se dar ao capricho de escolher conteúdo ou matérias; tudo é importante e deve ser estudado com paixão e interesse.

Detalhe: há questões elaboradas para que ninguém as responda. O intuito da questão complexa é desestabilizar o candidato emocional e psicologicamente. Esqueça tal entrave e siga em frente, sabendo que até 10% das questões poderão ser resolvidos com o conteúdo da própria prova.

Mais sobre concursos

Mais sobre dicas de estudo

Continuar lendo
comments powered by Disqus
Publicidade Publicidade