Domingo, 19 de Fevereiro de 2017

Colunistas

As tendências da gastronomia em 2017

“Entre as previsões para a gastronomia do próximo ano estão o aumento de consumo de ‘carnes vegetais’ (grão-de-bico, milho, leguminosas e cogumelos) e também o crescimento do vegetarianismo e do veganismo”

Junto com as retrospectivas setoriais do ano que se encerra, a mídia tem nos dado muitas informações sobre os hábitos que ditarão nossos costumes alimentares em 2017. As apostas são variadas, mas a regra geral aponta para um consumo mais consciente e focado, combate ao desperdício e atenção à saúde e à sustentabilidade.

2017 será um ano de culto ao ingrediente de qualidade, e não só de chefs famosos e talentosos. Todos nós vamos prestar mais atenção em orgânicos e prestigiar alimentos locais, naturais e artesanais. Aí está o futuro, garantem os mais antenados e a coluna aposta que será por aí.

"Todos nós vamos prestar mais atenção em orgânicos e prestigiar alimentos locais, naturais e artesanais"

Entre as previsões para a gastronomia do próximo ano estão o aumento de consumo de “carnes vegetais” (grão-de-bico, milho, leguminosas e cogumelos) e também o crescimento do vegetarianismo e do veganismo. A carne continuará sendo consumida, mas em menor quantidade.

A sardinha irá reinar no ano que vem: é rica em ômega-3 e em proteína e é barata. Em Portugal, o peixe é incensado e uma espécie de símbolo nacional. Agora a influência alcançará outros continentes. Outra carne que terá mais prestígio e procura será a de cabra, apontam os estudos. As vantagens: a carne de cabra tem menos gordura do que as demais, até mesmo do que a de frango, é rica em proteínas e é leve.

O Pinterest pesquisou os sabores que são tendência no mundo e realizou um evento em Nova York para jornalistas e influenciadores para divulgar os resultados. Segundo a rede social, quatro sabores são tendências mundiais: abacaxi, coco, açafrão e cúrcuma, embora tenham sido também citados no ranking ingredientes alternativos para quem tem restrições alimentares, como leite de amêndoas, farinha de tapioca e xarope de agave (em substituição ao açúcar). No Brasil, os destaques foram o capim-limão, coentro e damasco.

Outras publicações e reportagens incluem entre as tendências a culinária Ayurveda e o chocolate amargo. Pesquisa da universidade americana Syracuse revelou benefícios desse alimento, como melhorar a capacidade de raciocínio e a memória. Noodles artesanais e coquetéis sem álcool também figuram na lista. Uma das tendências em 2017 será uma união mais sólida entre o bar e a cozinha: chefs famosos no mundo inauguraram bares. A moda já se faz presente em São Paulo (bar do restaurante Jiquitaia; o Guarita, do chef Greigor Caisley e o bar Peppino, do chef Rodolfo de Santis, do Nino Cucina).

E há também quem aposte no crescimento do aplicativo EatWith ( www.eatwith.com), que conecta cozinheiros/chefs com pessoas que querem fazer jantares em casa.

Na área da gastronomia, 2017 promete muitos sabores e novidades!

Mais sobre gastronomia

 

Quais são as tendências da gastronomia em 2017?
Junto com as retrospectivas setoriais do ano que se encerra, a mídia tem
nos dado muitas informações sobre os hábitos que ditarão nossos
costumes alimentares em 2017. As apostas são variadas, mas a regra geral
aponta para um consumo mais consciente e focado, combate ao
desperdício e atenção à saúde e à sustentabilidade.
2017 será um ano de culto ao ingrediente de qualidade, e não só de chefs
famosos e talentosos. Todos nós vamos prestar mais atenção em
orgânicos e prestigiar alimentos locais, naturais e artesanais. Aí está o
futuro, garantem os mais antenados e a coluna aposta que será por aí.
Entre as previsões para a gastronomia do próximo ano estão o aumento
de consumo de “carnes vegetais” (grão-de- bico, milho, leguminosas e
cogumelos) e também do crescimento do vegetarianismo e do veganismo.
A carne continuará sendo consumida, mas em menor quantidade.
A sardinha irá reinar no ano que vem: é rica em ômega-3 e em proteína e
é barata. Em Portugal, o peixe é incensado e uma espécie de símbolo
nacional. Agora a influência alcançará outros continentes. Outra carne que
terá mais prestígio e procura será a de cabra, apontam os estudos. As
vantagens: a carne de cabra tem menos gordura do que as demais, até
mesmo do que a de frango, é rica em proteínas e é leve.
O Pinterest pesquisou os sabores que são tendência no mundo e realizou
um evento em Nova York para jornalistas e influenciadores para divulgar
os resultados. Segundo a rede social, quatro sabores são tendências
mundiais: abacaxi, coco, açafrão e cúrcuma, embora tenham sido também
citados no ranking ingredientes alternativos para quem tem restrições
alimentares, como leite de amêndoas, farinha de tapioca e xarope de
agave (em substituição ao açúcar). No Brasil, os destaques foram o capim-
limão, coentro e damasco.
Outras publicações e reportagens incluem entre as tendências a culinária
Ayurveda e o chocolate amargo. Pesquisa da universidade americana
Syracuse revelou benefícios desse alimento, como melhorar a capacidade
de raciocínio e a memória. Noodles artesanais e coquetéis sem álcool
também figuram na lista. Uma das tendências em 2017 será uma união
mais sólida entre o bar e a cozinha: chefs famosos no mundo inauguraram
bares. A moda já se faz presente em São Paulo (bar do restaurante
Jiquitaia; o Guarita, do chef Greigor Caisley e o bar Peppino, do chef
Rodolfo de Santis, do Nino Cucina).
E há também quem aposte no crescimento do aplicativo EatWith (
www.eatwith.com), que conecta cozinheiros/chefs com pessoas que
querem fazer jantares em casa.
Na área da gastronomia, 2017 promete muitos sabores e novidades!
Continuar lendo

Sobre o autor

Miriam Moura

Miriam Moura

Miriam Moura é jornalista, com larga experiência na cobertura política em Brasília. Trabalhou em jornais como O Globo, O Estado de S. Paulo e foi assessora de Comunicação em tribunais superiores, como STJ, TST e CJF. É diretora de Consultoria e Treinamentos na Oficina da Palavra e In Press Oficina.

Outros textos de Miriam Moura.

Curtir Congresso em Foco no Twitter e Facebook:



comments powered by Disqus
Publicidade Publicidade