Colunistas

Ah, mulheres!

Neste 8 de março, as mulheres cruzarão os braços. Elas acham que isso fará alguma diferença para nós, homens?

Ah, mulheres!

Mulheres acham que são superiores a nós, homens.

Acham que não conseguimos viver sem elas.

Acham que são insubstituíveis.

Que podem fazer o mundo parar, ou correr

Acham que podem ocupar lugares no mercado de trabalho predominantemente masculinos.

 

Ah, mulheres!

No dia 8 de março cruzam os braços e acham que farão alguma diferença pra nós, homens.

Acham que vamos nos importar com isso

Acham que devemos venerá-las,

Que devemos lhes dar flores,

Que devemos enchê-las de beijos,

Que devemos protegê-las,

Que devemos lhes dar carinho

Que devemos entendê-las quando estão “naqueles dias”

Que devemos pedir desculpas quando brigam conosco porque deixamos a toalha molhada na cama.

 

Ah, mulheres!

Tem mulher achando que deveríamos ser mais amigos

Que deveríamos ser mais cúmplices

Que deveríamos ouvi-las mais

Que deveríamos amá-las mais

Que deveríamos compreendê-las mais

Que deveríamos até assistir a filme de romance no cinema

 

Ah, mulheres!

Algumas acham tudo isso

MAS EU TENHO CERTEZA.

Minha total reverência a vocês, mulheres!

 

Mais sobre mulheres

 

As mulheres das fotos:

1 – Chiquinha Gonzaga – compositora e maestrina carioca  /  2 – Maria da Penha – líder de movimentos de defesa dos direitos das mulheres  /  3 – Mulher indígena  /  4 – Annie Lumpkins – ativista pelo voto feminino nos EUA  /  5 – Cristia Lima – Ativista de combate à corrupção  /  6 – Carlota Pereira de Queirós – 1ª deputada federal  /  7 – Leila Diniz – “símbolo da revolução feminina”  /  8 – Winnie the Welder – trabalhou em navios durante a Segunda Guerra Mundial  /  9 – Erika – húngara de 15 anos que lutou contra a União Soviética   /  10 – Armênia – 106 anos de idade e protegia sua família com uma AK-47

Continuar lendo

Sobre o autor

Lúcio Big

Lúcio Big

Ativista digital, Lúcio Big fundou a Operação Política Supervisionada (OPS) e mantém blog e canal no Youtube voltados para a fiscalização de gastos públicos, à disseminação da necessidade de se fazer parte do Controle Social e da vida política do país.

Outros textos de Lúcio Big.

Curtir Congresso em Foco no Twitter e Facebook:




Publicidade Publicidade