Você já pode votar no Prêmio Congresso em Foco

Foto: Sylvio Costa

Deputado circula no Congresso com bóton do prêmio

 

 

Desta sexta-feira (1º) até o dia 30 de setembro você poderá escolher os melhores parlamentares do país. Existem?,  questionarão muitos. Claro que sim, respondemos nós.

<<Vá direto à página de votação

Pela décima vez, fazemos uma consulta pública sobre quem são eles. O que nos move é o desejo de enfrentar os perigosos preconceitos que há muito, e cada vez mais, cercam a atividade política. Como se todo político fosse ladrão. Como se política fosse sempre sinônimo de sujeira. E, principalmente, como se houvesse outro meio de uma sociedade definir seu destino.

No fundo, a negação da política em curso e a correspondente aposta no ceticismo e no seu irmão gêmeo, o cinismo, são também uma investida contra a democracia, têm procurado demonstrar o Congresso em Foco e várias entidades da sociedade civil que a ele se associam nesse projeto.

Prêmio Congresso em Foco se tornou um megassucesso, em grande parte,  porque é expressivo o número de pessoas que acreditam nessa mensagem. É possível que também contribua para isso o fato de o alerta vir de um site com conhecida independência em relação ao Parlamento, que ele sempre cobriu de modo crítico.

Este veículo foi pioneiro, entre tantas coisas, na publicação de listas de políticos alvo de processos , dando o pontapé inicial no debate sobre os chamados “ficha suja” e na exposição de gastos absurdos do Legislativo, como os da farra das passagens ou dos supersalários .

Isso ajuda a entender por que o prêmio é cultivado por congressistas e ex-congressistas como um poderoso trunfo. Um conhecido deputado, cujo nome aqui manteremos sob reserva para que não se diga que queremos impulsionar sua votação, circula há anos pelo Congresso com um velho broche do prêmio na lapela, junto com o botton de parlamentar. “Não é só pelo reconhecimento, isto aqui pra mim é um amuleto”, costuma dizer.

Muitos mantêm nos gabinetes parlamentares, em posição de destaque, troféus e certificados do prêmio.

Um dos aspectos mais emocionantes – ou arriscados, diriam os pessimistas – é que você pode determinar a seleção dos premiados. São duas categorias gerais (melhores senadores e melhores deputados do ano) e, desta vez, três categorias especiais: destaques no combate à corrupção e ao crime organizado, na defesa da seguridade social e na defesa da agropecuária.

Serão concedidos prêmios da internet e do júri nessas cinco categorias. Numa premiação à parte, os jornalistas que cobrem o Congresso também se manifestarão sobre as suas preferências.

Como fazemos tradicionalmente, são parlamentares aptos para a votação aqueles que não respondem a inquéritos ou ações penais no Supremo Tribunal Federal.

Quem for escolhido será homenageado em evento no dia 19 de outubro: dez deputados e cinco senadores, nas categorias gerais (internet e júri); e cinco parlamentares em cada uma das categorias especiais (internet e júri).

Tema sempre controverso em consultas digitais, a segurança do sistema de votação é uma das nossas preocupações mais obsessivas. Nesta décima edição histórica, faremos a eleição virtual naquela que é hoje a mais reconhecida ferramenta disponível no mundo para pesquisas via internet, a Survey Monkey.

Todos os votos registrados serão mantidos em base de dados para livre averiguação de auditores externos, da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF). E nenhum voto será validado antes de passar por cuidadosa auditoria interna. Aos parlamentares e seus apoiadores permite-se campanha digital, mas o uso de robôs ou tentativas reiteradas de macular a votação podem acarretar a desclassificação de congressistas do processo de seleção.

 

<< Parlamentares aptos para serem votados

<< Mais informações sobre o prêmio


Patrocínio:

 

Apoio:

 

Apoio Institucional:


Continuar lendo

Publicidade Publicidade