Colunistas

Viajar para provar vinhos une dois prazeres

O enoturismo conquista cada vez mais pessoas no mundo inteiro, e também aqui no Brasil, onde os roteiros temáticos crescem a cada ano. O enoturismo é o segmento da atividade turística focado em viagens e roteiros para conhecer vinícolas e saborear vinhos.

Aqui no Brasil são várias as regiões para este tipo de viagem. A mais conhecida é a serra gaúcha, terra obrigatória para os amantes do vinho. São paisagens belíssimas e que oferecem ao brasileiro acostumado a altas temperaturas a oportunidade de “brincar” de inverno.

Não é por ser gaúcha e muito apreciadora de vinhos, mas posso garantir a vocês: é uma experiência que vale a pena. No Vale dos Vinhedos, onde há uma concentração de vinícolas conhecidas, há toda uma cultura voltada para o turismo e para o lazer. O vinho é a atração principal, mas há também a gastronomia trazida pelos italianos da região do Vêneto, com seu “galeto ao primo canto”, embutidos, queijos coloniais, massas e doceria.

Reprodução/Experimente Brasília
Reprodução/Experimente Brasília

Enoturismo une vinho e turismo em um único passeio

O Vale dos Vinhedos fica a 120 quilômetros de Porto Alegre, entre as cidades de Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul. Lá estão mais de 30 vinícolas para serem exploradas e muitos restaurantes com a gastronomia típica. Difícil resistir!

As opções de hospedagem são variadas, de pousadas acolhedoras ao sofisticado Spa do Vinho, um hotel e condomínio vitivinícola, empreendimento que oferece tratamento e produtos do renomado laboratório francês Caudalie. Fica bem no centro do Vale dos Vinhedos, em frente à vinícola Miolo. Para conhecer outras produtoras basta seguir as setas.

Mas há outras regiões que despontam como produtoras de bons vinhos, como o planalto catarinense, entre as cidades de Lages, Bom Retiro e São Joaquim. A altitude é de 900m a 1.350m acima do nível do mar, na serra do Rio do Rastro. Está na minha lista de próximos destinos, pois quem vai volta deslumbrado com a vista e apaixonado pelos vinhos produzidos por lá. As baixas temperaturas criam condições muito especiais para uma vinicultura fina e de qualidade.

Há outras opções muito procuradas para o enoturismo nacional, como o Vale do São Francisco, no semiárido nordestino, entre a Bahia e Pernambuco; zonas no interior de São Paulo, como São Roque (60 quilômetros da capital) e no Sul de Minas, em Caldas.

E há, também, produções de vinho aqui pertinho de Brasília, na Fazenda Pireneus Vinhos e Vinhedos, na Serra dos Pirineus, em pleno cerrado, em Cocalzinho de Goiás, às margens do Rio Corumbá. O produtor, o médico e sommelier Marcelo Souza, cultiva uvas europeias e vinhos cada vez mais conceituados e premiados.

No site www.experimentebrasilia.com.br você pode agendar o “Wine Tour no Cerrado” e, no mesmo passeio, degustar queijos suíços. Mais informações e agendamentos também pelo email pireneusvinhos@gmail.com.

Mais sobre Brasília

Mais sobre turismo

Continuar lendo

Sobre o autor

Miriam Moura

Miriam Moura

Miriam Moura é jornalista, com larga experiência na cobertura política em Brasília. Trabalhou em jornais como O Globo, O Estado de S. Paulo e foi assessora de Comunicação em tribunais superiores, como STJ, TST e CJF. É diretora de Consultoria e Treinamentos na Oficina da Palavra e In Press Oficina.

Outros textos de Miriam Moura.

Curtir Congresso em Foco no Twitter e Facebook:




Publicidade Publicidade