Colunistas

Sejamos exemplo

Certo dia, um pai me procurou com o filho que acabara de completar 18 anos. Queria conselhos de como se preparar bem para conquistar a carreira pública e que estava disposto a pagar pela melhor preparação. O curso e um carro foram presentes de aniversário para o filho que, a partir daquele momento, somente estudaria para concurso público –  inicialmente para a Câmara ou para o Senado Federal. O pai pediu-me que sugerisse alguns cursos por matérias e elaborasse uma lista de livros e apostilas para ele comprar.

O nosso candidato – vamos chamá-lo aqui de Maurício –, que sempre estudara nas melhores escolas privadas, estudaria agora no melhor curso preparatório para concursos, com todo o apoio financeiro e todo o tempo do mundo para se preparar bem.

Foto divulgação

Foco, disciplina e persistência

Recordei-me, então, do José Wilson, morador de Ceilândia, que começou a trabalhar com 12 anos de idade, morou por quatro em um trailer (instalado próximo da faculdade) porque não tinha dinheiro para pagar a passagem de ônibus para a casa dos pais, e só podia se preparar para os concursos com apostilas emprestadas e durante a madrugada – com os pés numa bacia d’água para não adormecer –, pois não contava com outro tempo para estudo das matérias da faculdade e do concurso.

Com tantas forças conspirando contra, José Wilson não teria a mínima chance de vencer os “Maurícios” da vida e conquistar uma vaga no serviço público. Entraram em cena fatores como disciplina, foco, método adequado, apoio dos amigos e familiares, planejamento, muita perseverança, Deus na mente e no peito e vontade de vencer e de conquistar uma posição de destaque.

Não espere que o concurso seja justo e a banca lhe dê a vaga apenas porque você merece, por ser mais necessitado. O concurso é um processo isonômico e destina a vaga àquele que mais acerta questões, e não ao mais carente.

Diante disso, não há outra saída, caro leitor, senão seguir o exemplo do jovem José Wilson, que um dia saiu do interior do Nordeste praticamente com a roupa do corpo, em companhia da mãe e de quatro irmãos, para tentar a sorte na capital do país: foi aprovado em oito concursos públicos, ocupou cargos públicos de alta relevância durante 17 anos e depois usou sua experiência para ajudar centenas de milhares de outros candidatos a vencer o desafio da aprovação em concursos públicos.

Mais sobre educação

Continuar lendo

Sobre o autor

José Wilson Granjeiro

José Wilson Granjeiro

Bacharel em Administração, professor e palestrante, é autor de 20 livros e criou a escola preparatória de concursos Gran Cursos. Mantém o blog www.professorgranjeiro.com.br Facebook: www.facebook.com/professorgranjeiro.

Outros textos de José Wilson Granjeiro.

Curtir Congresso em Foco no Twitter e Facebook:




Publicidade Publicidade