Sandes Junior (PP-GO)

É investigado no Inquérito 3989, por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, decorrente da Lava Jato. Ele também é alvo do Inquérito 3444 por corrupção passiva. “Todas as doações que recebi na campanha foram legais, inclusive os repasses do PP. Todas as contas foram aprovadas sem ressalva”, alegou.

Leia a nota do deputado:

“Em 2012 fui citado no caso Cachoeira. Havia uma representação na Câmara contra mim, fui investigado pela Corregedoria e absolvido por unanimidade pela Mesa Diretora. As conversas que tive com Cachoeira foram normais, não foram comprometedoras nem provam nada conta mim. Meu advogado disse que eu poderia ficar tranquilo. Todas as doações que recebi na campanha foram legais, inclusive os repasses do PP. Todas as contas foram aprovadas sem ressalva.”

Mais sobre processos

Continuar lendo

Publicidade Publicidade