Rollemberg demite diretor do Zoológico de Brasília por “fora, Temer” ao vivo na TV; veja o vídeo

Elza Fiuza/Agência Brasil

Governador é membro do PSB, que apoiou o impeachment de Dilma e agora se volta contra Temer

 

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), determinou a exoneração do diretor-adjunto do Jardim Zoológico, Erico Grassi Cademartori, devido ao comportamento do servidor durante entrevista por ele concedida ao telejornal Bom Dia DF, da TV Globo, ao vivo. O programa foi transmitido na manhã desta quarta-feira (5), quando a repórter deu voz a Cademartori a respeito de um projeto de colônia de férias do Zoológico. Depois de dar bom dia ao telespectador, ao âncora do Bom Dia DF (TV Globo), Guilherme Portanova, à reporter Bárbara Lins, o servidor declarou:

“Bom, primeiramente, fora, Temer. Porque não está dando mais, né?”, disse Cademartori surpreendendo a repórter, que mesmo de costas não conseguiu disfarçar um sorriso.

Para Rollemberg, que apoiou o impeachment da presidente Dilma Rousseff, a atitude do servidor foi indevida. “[...] ele concedia entrevista na condição de agente público, devendo, portanto, evitar manifestação política”, disse o governador em nota à imprensa (veja íntegra abaixo).

Veja a declaração de Cademartori no vídeo:

 

As declarações de “fora, Temer” têm se multiplicado desde que o presidente tomou posse, interinamente, em 12 de maio de 2016, quando Dilma Rousseff foi temporariamente afastada durante o processo que culminou no seu impeachment. Uma das primeiras manifestações do tipo foi feita naquela maio do ano passado, coincidentemente no telejornal matinal da Globo no Rio de Janeiro. o Bom Dia RJ.

Naquela ocasião, a repórter Raquel Honorato entrevistou um líder estudantil da Universidade Federal do Rio de Janeiro que protestava contra o atraso na conclusão das obras de um alojamento estudantil, iniciadas em 2012.

Veja o que disse Tiago Rocha Lacerda, aluno de Física Médica:

 

Em agosto de 2016, foi a vez de o ator e comediante Gregório Duvivier, um dos criadores do coletivo humorístico Porta dos Fundos, proferir o “fora, Temer”. Identificado como militante de esquerda, Gregório divulgava um espetáculo com patrocínio do Sesc quando surpreendeu a repórter da InterTV, repetidora da TV Globo na Região dos Lagos, Rio de Janeiro.

Veja:

 

Acusada de ter apoiado o impeachment de Dilma, a TV Globo passou a ser alvo constante dos manifestantes anti-Temer em transmissões ao vivo. O canal de notícias para assinantes, a Globonews, constantemente veicula, involuntariamente, a imagem de pessoas com cartazes contra o peemedebista e gritando palavras de ordem contra o presidente –algo que contrariava os responsáveis pelo jornalismo.

Recentemente, no entanto, a emissora de maior audiência na América Latina passou a retratar o presidente Temer com especial ênfase em suas suspeitas de corrupção. Partiu de um profissional de imprensa das Organizações Globo – o jornalista Laurro Jardim, colunista do jornal O Globo – a publicação da reportagem que levou o governo à sua mais grave crise e à denúncia inédita de corrupção passiva que ameaça o mandato de Temer.

Fachin abre inquérito para investigar Temer por corrupção e obstrução de Justiça

Leia a nota do GDF:

“Nota à imprensa

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, decidiu exonerar o diretor-adjunto do Jardim Zoológico, Erico Grassi Cademartori, por sua atitude durante entrevista a uma emissora de televisão nesta quarta-feira (5).

O governador conversou, por telefone, com o diretor-adjunto e explicou que ele concedia entrevista na condição de agente público, devendo, portanto, evitar manifestação política.

Cademartori colocou-se à disposição do Governo para realizar a transição do cargo”

Manifestantes hostilizam TV Globo em frente ao prédio da emissora no DF

Continuar lendo

Publicidade Publicidade