Roberto Requião (PMDB-PR)

O ex-governador do Paraná, senador de segundo mandato, responde ao inquérito 3299 por crime de responsabilidade. Segundo o seu advogado, Luiz Fernando Delazari, Requião foi incluído indevidamente na investigação de irregularidades em convênios com o Ministério do Trabalho apenas pelo fato de exercer o cargo de governador à época. “Como ele era governador, assinou o contrato com um convênio guarda-chuva com o governo federal. A partir daí, os convênios assinados com o Ministério do Trabalho são assinados pelo secretário do Trabalho. O governador não tem interferência nisso. O próprio tribunal de contas do estado já declarou isso”, disse Delazari. O senador ainda não se manifestou judicialmente por não ter sido notificado.

Veja a lista com todos os parlamentares com pendências

Apoie o jornalismo independente e de qualidade:

Faça uma assinatura convencional ou digital da Revista Congresso em Foco!

 

Mais sobre processos

 

Continuar lendo

Publicidade Publicidade