Rejeição a governo Temer cresce e supera 60%, diz pesquisa Datafolha

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Impopularidade já se compara à da ex-presidente Dilma às vésperas da abertura do processo de impeachment

 

Uma pesquisa feita pelo Datafolha revelou que a impopularidade do governo Michel Temer já se compara com à da ex-presidente Dilma Rousseff às vésperas da abertura do processo de impeachment.

De acordo com o estudo, 61% das pessoas sondadas avaliam a gestão do atual presidente da República como péssima ou ruim. Outros 28% consideram regular e apenas 9% avaliam como ótimo ou bom. Ao considerar uma eventual candidatura à reeleição do peemedebista, a rejeição ao seu nome como candidato cresceu de 45% para 64% de dezembro de 2016 até agora.

A pesquisa também questionou os participantes sobre o cenário em que a chapa Dilma-Temer é cassada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Nesse caso, a Constituição prevê que, por estarmos na segunda metade do mandato, o Congresso realize nova eleição. Apenas 10% dos ouvidos apoiam isso.

Cerca de 85% dos participantes defendem que o Congresso aprove uma mudança constitucional que permita a realização de eleições diretas já. Os dados foram divulgados pela Folha de São Paulo neste domingo (30).

Leia a íntegra da matéria divulgada pela Folha

Mais sobre crise brasileira

Continuar lendo

Publicidade Publicidade