PT divulga vídeo após prisão de Lula com mensagem do ex-presidente: “Jamais aprisionarão nossos sonhos”

Reprodução

Mensagem pós-prisão enfatiza trajetória de Lula

 

Depois de dois dias de negociações e mobilização de sua militância, o ex-presidente Lula se apresentou à Polícia Federal, neste sábado (7), para começar a cumprir sua pena de 12 anos e um mês de prisão. Houve discurso emocionado, tentativa de militantes em mantê-lo no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, vigília em apoio ao líder petista. Mas, sabendo que a detenção era questão de tempo, o Partido dos Trabalhadores deixou pronto e divulgou, instantes depois da saída de Lula de sua trincheira, um vídeo em que ele adverte: ”Jamais aprisionarão nossos sonhos”.

Com pouco mais de dois minutos, o filmete tem início com ilustrações e a voz do ex-presidente ao fundo, em narração que resume sua trajetória. Em alguns pontos do vídeo, imagens reais se sobrepõem à animação.

<< Lula se entrega à Polícia Federal após pedidos de resistência e bloqueio de militantes

<< Militantes cercam Sindicato dos Metalúrgicos e impedem saída de Lula para a prisão; veja o vídeo

“Sentimos na pela o que passa um povo esquecido, mas sabemos que nenhum fardo é tão pesado que não se possa carregar. Quem sobrevive depois de passar por tanta dificuldade aprende desde cedo que a honra é nosso bem mais valioso”, diz Lula, enquanto imagens se sucedem como em um folhetim animado com as origens do petista, retirante nordestino. “Olho para trás e vejo que é poderíamos ter feito mais. Sempre é possível fazer mais. Mas as oportunidades que criamos num país tão desigual e injusto parecem ainda maiores nos dias difíceis de hoje.”

Lula também faz referência ao dia em que foi preso pela primeira vez, em 19 de abril de 1980, e à morte de sua esposa, Marisa Letícia Lula da Silva, em fevereiro de 2017. “Eu já fui preso uma vez. Minha vida foi toda revirada. Minha família foi perseguida e perdi minha eterna companheira. Eu não tenho medo do que está por vir”, acrescenta o ex-presidente, reafirmando inocência e dizendo ter sido condenado sem provas.

“Os que nos perseguem podem fazer o que quiserem, mas jamais poderão aprisionar os nossos sonhos. Um grande beijo, com muito carinho, do companheiro Lula”, finaliza o relato.

 

Veja o vídeo:

 

<< Aos gritos de “Não se entrega!”, Lula assiste missa que homenageia Marisa Letícia

<< Fachin nega pedido de Lula para não ser preso: “O cumprimento da pena constitui regra geral”

Continuar lendo

Publicidade Publicidade