Psol lança pré-candidatura de Guilherme Boulos à Presidência da República

Jorge Ferreira/Mídia Ninja

Guilherme Boulos foi oficializado como pré-candidato pela legenda à Presidência e Sônia Guajajara é a vice na chapa

 

O Partido Socialismo e Liberdade (Psol) oficializou a pré-candidatura à Presidência da República de Guilherme Boulos, coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST). A ativista indígena Sônia Guajajara compõe a chapa como candidata a vice-presidente. A escolha ocorreu durante a Conferência Eleitoral da legenda, em São Paulo, na tarde deste sábado (10).

Boulos teve 87 votos, quase 71% dos votos da conferência. Ele concorreu à indicação, no partido, com Plínio de Arruda Sampaio Jr., que teve 27 votos; Hamilton Assis, que teve 7; e Nildo Ouriques, zero votos. Outros 2 votantes se abstiveram. Em 2010 e 2014, o Psol teve os nomes de Plínio de Arruda Sampaio e Luciana Genro na disputa.

O coordenador do MTST se filiou ao partido na última segunda-feira (5). Em seu discurso, Boulos elencou alguns dos pontos principais da sua pré-candidatura, como o combate aos privilégios do “andar de cima” da economia brasileira, a radicalização democrática, com plebiscitos e referendos para todos os temas fundamentais, e o combate à direita junto à superação da estratégia da conciliação de classes na política.

“Nós queremos disputar o projeto de país. Não teremos uma candidatura apenas para demarcar espaço dentro da esquerda brasileira. Vamos apresentar uma alternativa real de projeto para o Brasil”, ressaltou em nota divulgada pelo Psol.

Um dos líderes do movimento pelo direito à moradia no Brasil, Boulos ficou conhecido nacionalmente após as mobilizações contra a realização da Copa do Mundo no país, em 2014. Formado em Filosofia e Psicologia, Boulos tem 35 anos. Boulos tem 35 anos, foi militante estudantil na União da Juventude Comunista e se formou em Filosofia pela Universidade de São Paulo (USP).

<<  Lula deve ser questionado pelos erros de seu governo, diz Guilherme Boulos

Continuar lendo