Procuradores da Lava Jato consideram Temer como inimigo do Ministério Público, diz Mônica Bergamo

Antonio Cruz/Agência Brasil

Temer é visto como adversário por procuradores da Lava Jato

Procuradores que atuam na força tarefa da Operação Lava Jato consideram que o presidente Michel Temer é, hoje, o principal adversários do Ministério Público. A informação é da coluna Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo.

De acordo com a colunista, os procuradores consideram que propostas como a do abuso de autoridade e outras que estão em tramitação no Congresso Nacional e que poderiam cercear diretamente o trabalho do MP têm apoio do governo por trás. Para eles, se o Planalto não endossasse as medidas, os deputados e senadores não avançariam com elas.

Um dos ouvidos pela colunista afirmou que “o que eles puderem fazer para derreter o governo, será feito”. Uma das medidas a serem tomadas por eles será anexar os depoimentos de delatores da Odebrecht à ação do Tribunal Superior Eleitoral que investiga irregularidades na arrecadação de recursos da chapa Dilma Rousseff e Michel Temer na campanha de 2014. Os peemedebistas queriam que a Corte desmontasse a chapa e a analisasse individualmente as contas do PT e do PMDB mas isso não deverá acontecer. Caso a chapa seja condenada, Temer pode ter seu mandato cassado.

Segundo a coluna, o próprio Ministério Público deverá apresentar o conteúdo das delação ao TSE depois que elas forem homologadas pelo Supremo Tribunal Federal.

Leia a íntegra da reportagem.

Continuar lendo

Publicidade Publicidade