Prêmio Congresso em Foco tem impacto recorde, com 78% de reações positivas e só 2% negativas

Foto: Paulo Negreiros/Congresso em Foco

Décima edição do Prêmio Congresso em Foco

 

Dar prêmio a políticos? Que ideia maluca é essa? A deputados e senadores, ainda por cima? Que estupidez! Só pode ser coisa de puxa-saco, conclui aquele mesmo senso comum que leva muitos a acreditarem que é impossível fazer política de modo minimamente favorável à sociedade.

Por isso, desde que o Prêmio Congresso em Foco foi lançado, nos acostumamos a ser questionados com dureza por algumas pessoas. Faz mais de dez anos que contrapomos a tais objeções um argumento que nos parece bem mais sólido: ou aprendemos a prezar o Poder Legislativo e a identificar seus melhores integrantes ou estaremos condenados a ter uma representação política de qualidade sempre declinante. Porque, ao contrário do que supunha o deputado Tiririca (PR-SP), sabemos hoje que sempre dá pra piorar aquilo que já está muito ruim.

Ano após ano, vínhamos notando uma receptividade crescente ao nosso convite, cuja inspiração jamais foi o desejo de adular quem quer que seja, mas sim estimular o acompanhamento minucioso e ativo do Congresso e dos congressistas. Agora, temos a matemática para comprovar aquilo que já deduzíamos de maneira empírica.

Análise feita através do mecanismo de pesquisa de mídias sociais Stilingue

Nada menos que 78% das reações geradas nas redes sociais pelo Prêmio Congresso em Foco 2017 foram positivas, segundo análise feita através do mecanismo de pesquisa de mídias sociais Stilingue. Numa amostra de comentários, curtidas e outras interações ocorridas em sites e blogs, no Facebook, no Twitter e no Instagram, de acordo com a ferramenta, apenas 2% das referências foram negativas. As 20% reações restantes foram neutras, conforme amostra coletada entre 11 e 23 de outubro, momento em que chegou ao máximo o buzz (“zumbido” ou “burburinho”, na tradução literal do inglês) sobre o projeto.

Vários dados, de diferentes fontes, deixam evidente que a décima edição do prêmio, realizada neste ano, superou todas as anteriores em impacto na internet, nas mídias sociais e no próprio Parlamento.

No Google, conforme busca realizada no último dia 13, a pesquisa com a expressão “Prêmio Congresso em Foco 2017” conduz a 17.600 páginas de resultados diferentes. As 14 primeiras da lista eram do próprio Congresso em Foco, mas o grosso do material foi produzido por terceiros. Além de veículos jornalísticos, nacionais e locais, contribuíram para essa enorme repercussão publicações de entidades da sociedade civil que apoiam o prêmio e mesmo portais e blogs de partidos e de políticos.

Merece registro ainda o grande alcance que o prêmio obteve na mídia rádio. Com o apoio da Agência Radioweb, o prêmio chegou a pelo menos 770 emissoras, muitas localizadas em pequenos municípios do interior. O público atingido somente por rádio ultrapassa 11,7 milhões de brasileiros.

Uma visão completa sobre o impacto do Prêmio Congresso em Foco 2017 está disponível neste documento, em PDF.

Ano que vem tem mais, com uma expressiva mudança de calendário. Por causa das eleições de outubro, a entrega do prêmio será antecipada para 16 de agosto.

Ana Amélia, Tasso e Molon ganham principais prêmios do júri

Lista com todos os premiados

Outras informações sobre o Prêmio Congresso em Foco 2017

Continuar lendo

Publicidade Publicidade