Pai de jogador do Chapecoense rejeita ir a aeroporto cumprimentar Temer

Policia de Antioquia

Corpos das vítimas são embarcados em avião da FAB com destino ao Brasil

 

Em entrevista à rede de TV ESPN, o pai do zagueiro Filipe Machado – uma das vítimas do acidente aéreo que envolveu membros da equipe do Chapecoense, Osmar Machado, afirmou que não vai ao aeroporto para encontrar o presidente Michel Temer. “Se ele quiser, ele que venha aqui [estádio do Chapecoense]. A pessoa importante hoje, aqui, somos nós e os nossos filhos que morreram”, avaliou (assista no vídeo).

Com medo de que os presentes se manifestem com vaias, o presidente Temer mudou o itinerário que faria em Chapecó, e, ao invés de participar da cerimônia de homenagem organizada no estádio Arena Condá, decidiu receber os corpos das vítimas no aeroporto.

“Eu não arredo um pé de perto do meu filho para cumprimentar o Temer. Ele é o presidente do Brasil, e só. [...] Eu acho que se ele tem dignidade e vergonha na cara ele que venha aqui cumprimentar as pessoas que estão com problema”, ponderou.

“Eu tenho certeza que o povo não vai vaiar ele. Ao contrário, o povo vai admirar ele. Se coloca no nosso lugar, todos os nossos filhos vão estar sendo velados e nós vamos lá cumprimentar o presidente”, criticou.

O velório está previsto para às 12h na Arena Condá, estádio do Chapecoense. Das 71 vítimas, 51 devem ser veladas no local. Antes da abertura para os torcedores, familiares terão cerca de uma hora para ficar a sós com os corpos. A expectativa é que mais de 100 mil pessoas compareçam à homenagem.

Em nota, a Secretaria de Comunicação da Presidência afirmou que Temer vai participar, na manhã deste sábado (3), no aeroporto de Chapecó, da Cerimônia de Honras Fúnebres em homenagem às vítimas do acidente com o avião que transportava a delegação da Associação Chapecoense de Futebol e jornalistas para a partida contra a equipe do Atlético Nacional de Medellin. Ainda de acordo com a nota, “durante a cerimônia, o presidente da República vai entregar às famílias a Medalha da Ordem do Mérito Desportivo como reconhecimento do governo federal e do povo brasileiro pelos serviços prestados ao País por todos os que estavam naquele vôo”.

 

 

Mais sobre Michel Temer

Mais sobre Chapecoense

Continuar lendo

Publicidade Publicidade