Poema da PEC do teto dos gastos

Estudante da Universidade Estadual de Goiás retrata em versos seu temor com a reforma do ensino médio e a proposta que limita as despesas públicas: “Estão querendo nos calar/ Manipular toda a população/ Querem que todos acreditem/ Que essa é a única solução”

Jaqueline Fonseca Veiga *

A PEC é uma emenda
Na Constituição brasileira
Mas a 55, antiga 241
É fim de carreira
Ela congela os gastos
Da saúde e educação
Quer 20 anos
De retrocesso e estagnação
A assistência social
Também congela o investimento
Mas os salários da Câmara
Um dia depois têm aumento
É assim que querem resolver
O problema da economia
Tirando o que a gente adquiriu
E vivendo na mordomia
A situação já não é boa
E a tendência é piorar
Com a aprovação dessa PEC
É o pobre que vai se ferrar
Aumento não vai ter
Nos investimentos para a educação
O valor é o mesmo deste ano
Corrigido pela inflação
Os cortes financeiros estão acontecendo
Bolsas CNPq/Pibid/Fies caem com essa retaliação
A carne do pobre sofre o corte, pois não aprende pesquisa-ação
É pra devolver a faculdade só para os filhos do patrão
Estão querendo nos calar
Manipular toda a população
Querem que todos acreditem
Que essa é a única solução
Mas a solução para o Brasil
Está nesses jovens ocupantes
Lutando por mim e por vocês
Nessa luta contra gigantes
Eles nos representam
Mas nós também podemos ajudar
Não estamos tendo apoio
Mas nossa luta não pode parar
Vamos nos unir
Essa luta não é banal
Tirar direito adquirido
É inconstitucional
Além de tudo isso
No ensino médio tem a MP
Medida provisória
Feita nem sei o porquê
Querem tirar as disciplinas
Que fazem o povo pensar
Sociologia, Filosofia, Artes,
Querem produzir massa de manobra
Mais fácil de manipular
A função do professor
Qualquer um vai poder fazer
Para quem estabeleceu isso
Basta ter notório saber
Acham que é fácil
Que preparação não é importante
Porque querem corpos trabalhadores
E não cabeças pensantes
Da mesma forma
É a escola sem partido
A qualquer expressão de opinião
O professor é reprimido
A lei da mordaça
É a que se faz presente
Os dizeres são interditos
Pra que ninguém conteste ou argumente
Sabendo de tudo isso
Não dá pra ficar parado
Precisamos agir
Até dar resultado
Essa luta é nossa
Minha e de vocês
Devemos abrir a mente
E agir com lucidez
O futuro do Brasil
Depende da educação
É dever de todos nós
Lutar por essa nação.

* Jaqueline Fonseca Veiga, 19 anos, é estudante do 3º ano de Letras da Universidade Estadual de Goiás (UEG), campus Inhumas (GO).

Mais sobre a PEC do teto dos gastos

Mais sobre educação

Mais sobre o Brasil nas ruas

Continuar lendo
Publicidade Publicidade