Blog do Hélio Doyle estreia no Congresso em Foco

Blog é atualizado diariamente com informações sobre a política local

 

Uma das páginas mais influentes da política de Brasília, o Blog do Hélio Doyle já pode ser acessado diretamente no Congresso em Foco. Colunista deste site desde abril, Doyle vai brindar nossos leitores com informações diárias sobre o que acontece de mais importante na política da capital do país. Com larga experiência jornalística, acadêmica e nos bastidores políticos, o jornalista circula com liberdade pelas mais diferentes correntes partidárias e pelos três Poderes do Distrito Federal.

Na estreia do blog no Congresso em Foco, Doyle revela que a presidente do Tribunal de Contas do DF, Anilceia Machado, ignorou uma representação apresentada pela Associação Contas Abertas contra o pagamento de R$ 1,6 milhão aos conselheiros (incluindo ela própria), a título de auxílio-moradia retroativo.

Carioca radicado em Brasília desde 1961, Hélio Doyle fez carreira em algumas das principais redações brasileiras, colaborou para veículos estrangeiros, foi professor da UnB e ocupou cargos em órgãos sindicais e no primeiro escalão do governo do Distrito Federal. Tamanha experiência faz dele um profundo conhecedor dos bastidores da política na capital brasiliense – seja a local, seja a nacional.

Formado em Jornalismo pela UnB em 1972, Hélio Doyle concluiu o mestrado em Comunicação e cursou doutorado em História das Relações Internacionais pela mesma universidade, onde foi professor de 1985 até 2013, quando se aposentou.

Ele passou por redações de veículos como O Estado de S.PauloFolha de S.PauloZero HoraJornal do BrasilJornal de BrasíliaCorreio BrazilienseVejaIstoÉ. Também editou e dirigiu programas nas TVs Globo e Manchete. Também colaborou para a revista Time e a agência alemã DPA e o semanário Opinião.

Luta contra a ditadura

Dirigente de grêmios estudantis, começou sua militância no movimento estudantil de resistência à ditadura em 1966. Dois anos depois, passou a militar clandestinamente na Ala Vermelha, dissidência do PCdoB. Foi detido seis vezes pela ditadura entre 1969 e 1981. Ainda nos anos de chumbo, presidiu o Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal.

Atualmente é diretor da agência WHD Comunicação, que inclui a WHD Editora, também conhecida como Editora Meiaum, que editou durante dois anos a revista meiaum, da qual foi diretor de redação. Na WHD, faz consultoria e assessoria de comunicação e política e edita publicações de todos os tipos.

Hélio Doyle também participou de diversas campanhas eleitorais municipais, estaduais e nacionais, em diferentes funções, tendo coordenado as campanhas vitoriosas de três governadores do Distrito Federal. Foi secretário de Comunicação, de Relações Institucionais e da Casa Civil nos governos Cristovam Buarque, Joaquim Roriz e Rodrigo Rollemberg.

Continuar lendo

Publicidade Publicidade