Quarta, 29 de Março de 2017

Os senadores sob investigação no Supremo

Veja a relação dos integrantes do Senado que respondem a inquérito e ação penal no STF. Clique no nome para ver quais são as acusações e as respectivas explicações dos parlamentares

Aloysio Nunes (PSDB-SP)

Benedito de Lira (PP-AL)

Cássio Cunha Lima (PSDB-PB)

Ciro Nogueira (PP-PI)

Dário Berger (PMDB-SC)

Delcídio do Amaral (PT-MS)

Edison Lobão (PMDB-MA)

Eduardo Amorim (PSC-SE)

Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE)

Fernando Collor (PTB-AL)

Gladson Cameli (PP-AC)

Gleisi Hoffmann (PT-PR)

Humberto Costa (PT-PE)

Ivo Cassol (PP-RO)

Jader Barbalho (PMDB-PA)

José Agripino (DEM-RN)

Lindbergh Farias (PT-RJ)

Renan Calheiros (PMDB-AL)

Romero Jucá (PMDB-RR)

Sérgio Petecão (PSD-AC)

Simone Tebet (PMDB-MS)

Valdir Raupp (PMDB-RO)

Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM)

Wellington Fagundes (PR-MT)

Tiveram investigações arquivadas recentemente e não respondem mais ao Supremo:

Acir Gurgacz (PDT-RO) – arquivado

Ângela Portela (PT-RR) – arquivado

Antônio Anastasia (PSDB-MG) – arquivado

Flexa Ribeiro (PSDB-PA) – arquivado

Marta Suplicy (PMDB-SP) – arquivado

Omar Aziz (PSD-AM) – arquivado

Paulo Bauer (PSDB-SC) – arquivado

Roberto Requião (PMDB-PR) – arquivado

Telmário Mota (PDT-RR) – arquivado

Levantamento atualizado em 25 de abril de 2016.

Veja ainda:

Um terço do Senado responde a acusação criminal

Lista dos deputados que respondem a acusações criminais no Supremo

Mais sobre processos

Continuar lendo

Curtir Congresso em Foco no Twitter e Facebook:

comments powered by Disqus
Publicidade Publicidade