Luiz Carlos Heinze (PP-RS)

Deputado mais votado do Rio Grande do Sul e um dos líderes da bancada ruralista no Congresso, é investigado no Inquérito 3989 por lavagem de dinheiro, corrupção passiva e formação de quadrilha. Ele foi indicado como um dos parlamentares do PP que recebiam mensalmente entre R$ 30 mil a R$ 150 mil. Ele disse à PF que já tinha ouvido falar de corrupção no partido, mas que não se envolveu diretamente com nenhuma conduta irregular. Heinze também responde ao Inquérito 3948 por injúria e difamação. Segundo a acusação, em janeiro do ano passado, o deputado, em entrevista a uma rádio de Getúlio Vargas (RS), ofendeu a honra do procurador da República Ricardo Gralha Massia.

Mais sobre processos

Continuar lendo

Publicidade Publicidade