Jucá é hostilizado em voo, reage e tenta tomar celular de passageira

Lula Marques/AGPT

O senador é questionado por passageira que voava em mesmo voo de Jucá

 

O senador e presidente do PMDB, Romero Jucá (RR), que também é líder do governo no Senado, foi alvo de questionamentos de uma mulher que estava em mesmo voo que ele, na tarde de ontem (quarta-feira, 29). Ao perceber que se tratava do senador, a passageira começou a gravar e saiu em sua direção: “Excelentíssimo senador, tudo bem? Gente, o Jucá, do grande acordo nacional, do Supremo com tudo. E aí, senador, tudo bem? Conseguiu estancar a sangria?”.

Em resposta, Jucá retrucou: “Você deve ser petista. Você deve ser petista, né?”. A mulher rebate: “Não meu querido, para ser honesto tem que ser petista? O senhor é do PMDB e é honesto? Como é que funciona no PMDB?”.

O senador chega a levantar e tenta tomar o celular da mulher, mas diante da reação dos demais passageiros, retoma seu lugar e apenas retruca aos comentários. A situação é gravada também por um homem sentado na poltrona atrás de Jucá, que diante da reação do parlamentar ressalta que também está gravando. “Tá todo mundo filmando”, anuncia. Um outro passageiro diz: “Vai bater em mulher? Agora ficou pior”.

Visivelmente constrangido, Jucá tenta responder aos questionamentos da mulher, que também fala sobre as reformas trabalhista e previdenciária, acusando-a de ter quebrado o Brasil.  “Vocês quebraram o Brasil e nós estamos recuperando”, responde.

O acordo mencionado pela mulher não identificada faz referência a áudios entregues pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado à Polícia Federal, no qual Jucá sugere a Machado que uma “mudança” no governo federal resultaria em um pacto para “estancar a sangria” provocada pela Operação Lava Jato.

<< Jucá: troca de governo “estanca sangria” da Lava Jato

A assessoria de Jucá afirmou ao Congresso em Foco que a passageira já foi identificada e o “senador está avaliando o que fazer”. A situação ocorreu em voo com destino de Brasília a São Paulo, onde Jucá fez uma conexão para a China. No país estrangeiro, o congressista participará de um encontro de partidos políticos como representante do PMDB.

Assista ao vídeo:

 

<< Jucá é denunciado ao Supremo por crimes investigados na Operação Zelotes

<< De novo líder do governo no Congresso, Jucá coleciona complicações na Justiça

Continuar lendo

Publicidade Publicidade