Jairo Ataíde (DEM-MG)

Réu em três ações penais (432, 467 e 450) por crimes de responsabilidade e da Lei de Licitações e investigado em inquérito (3285) por crimes eleitorais, o deputado diz que as denúncias estão relacionadas ao período em que foi prefeito de Montes Claros (1997 a 2004):

“Esses processos são consequência de ações de governo. Não houve má-fé. Estou tranquilo por entender que a justiça tem de prevalecer”.

Continuar lendo

Publicidade Publicidade