Ivo Cassol (PP-RO)

O ex-governador de Rondônia é réu em ação penal (565) por crimes da Lei de Licitações e quadrilha ou bando. É também investigado em três inquéritos (2828, 3158 e 3373) por crimes agrários, peculato e improbidade administrativa. No primeiro inquérito, aparece como suspeito de ter coagido e oferecido vantagens a testemunhas para que negassem a existência de um esquema de compra de votos que envolvia o ex-senador Expedito Júnior – cassado, em razão dessa denúncia, pela Justiça eleitoral.

Continuar lendo

Publicidade Publicidade