Colunistas

Governo empreendedor

"Visão empreendedora implica envolvimento, flexibilidade e senso de propriedade", destaca professor José Wilson Granjeiro

Visão empreendedora implica envolvimento, flexibilidade e senso de propriedade. Isso significa que se deve prestar atenção à coluna de receitas da mesma forma que se observa a coluna dos gastos. Significa prestar atenção aos clientes, aos fornecedores, aos concorrentes e identificar bem quem são eles.

Para mim, o governo empreendedor é o que procura formas eficientes de administrar; está disposto a abandonar velhos programas e métodos; é inovador, imaginoso, ousado e criativo; assume riscos; transforma suas funções em fontes de receita, em vez de pesos sobre o orçamento; despreza as alternativas convencionais que se limitam a oferecer serviços básicos; trabalha de acordo com o setor privado, com foco no cliente e ênfase nos resultados; utiliza, nas suas empresas estatais, noções comerciais sólidas, estratégicas; privatiza aquilo que pode ser explorado melhor por empresas privadas; cria empresas e operações geradoras de recursos; orienta-se pelo mercado; focaliza a avaliação de desempenho das suas ações e de seus agentes; reconhece e premia o mérito; faz com que as coisas funcionem e não teme sonhar o grande sonho; utiliza técnicas de gerenciamento mais inovadoras e eficazes em relação ao custo; procura gerar receitas extratributárias, ou seja, sem passar a conta para o contribuinte.

O governo empreendedor promove a competição e focaliza resultados e não normas de procedimentos. A maioria dos governos empreendedores promove a competição entre os que prestam serviços ao público. Esses governos dão poder aos cidadãos, transferindo o controle das atividades da burocracia para a comunidade. Medem a atuação das suas agências, focalizando não os fatores utilizados, os insumos, mas, sim, os resultados e a satisfação dos usuários. Orientam-se pelos seus objetivos – sua missão – em vez de guiarem-se por regras e regulamentos. Descentralizam a autoridade, promovendo o gerenciamento com participação. Preferem os mecanismos do mercado às soluções burocráticas.

Governo empreendedor é, em resumo, aquele que tudo pode fazer desde que coloque o interesse público acima dos interesses individuais.

 

Continuar lendo

Sobre o autor

José Wilson Granjeiro

José Wilson Granjeiro

Bacharel em Administração, professor e palestrante, é autor de 20 livros e criou a escola preparatória de concursos Gran Cursos. Mantém o blog www.professorgranjeiro.com.br Facebook: www.facebook.com/professorgranjeiro.

Outros textos de José Wilson Granjeiro.

Curtir Congresso em Foco no Twitter e Facebook:




Publicidade Publicidade