Febrafite anuncia finalistas de prêmio sobre educação fiscal

Carlos Severo/Fotos Públicas

Objetivo da premiação é levantar a discussão sobre os impostos no país

A Federação Brasileira de Associações de Fiscais de Tributos Estaduais (Febrafite) anunciou na terça-feira (28), os dez finalistas da edição 2014 do Prêmio Nacional de Educação Fiscal. Realizado em parceria com a Escola de Administração Fazendária (Esaf), a premiação tem como objetivo estimular a discussão sobre a importância dos impostos e o acompanhamento dos gastos públicos no país. A entrega dos prêmios ocorre em 18 de novembro, às 19h, no Mezanino da Torre de TV de Brasília.

Para o presidente da Febrafite, Roberto Kupski, o prêmio é de extrema importância para difundir o ensino sobre impostos para crianças e jovens. “Na edição deste ano, tivemos muitos projetos que envolvem crianças, e até alunos de creches foram inseridos. A questão da cobrança de tributos é muito mal vista pelos brasileiros. Mas não tem como o Estado cumprir o seu papel se não por meio dos impostos. Por esta razão, é fundamental conscientizar e acabar com este preconceito contra o tema entre os jovens e a população”, disse Kupski.

O Prêmio Nacional de Educação Fiscal conta com o patrocínio da Petrobras, do Banco de Brasília (BRB) e com o apoio institucional das associações filiadas à Febratife, do Correio Braziliense, do Conselho Federal da Ordem dos Advogados (OAB), do Grupo Globo, do Encontro Nacional de Coordenadores e Administradores Tributários Estaduais (Encat), do Centro de Interamericano de Administração Tributária (Ciat), da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), do Fórum Nacional de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate) e do Portal Congresso em Foco.

Os finalistas estão divididos em duas categorias: escolas e instituições. Eles disputam prêmios entre R$ 5 mil e R$ 15 mil. Esta edição, de acordo com a Febrafite, recebeu mais de 100 inscrições de empresas e entidades distribuídas em 14 estados e no Distrito Federal.

A lista dos finalistas:
Instituições
Sonegômetro – Placar da sonegação fiscal no Brasil Brasília (DF)
A Cidade Constitucional: Capital da República São Paulo (SP)
Programa Municipal de Educação Fiscal de Manaus – Disseminado a Cidadania! Manaus (AM)
Educação Financeira e Fiscal Piraquara (PR)

Escolas
Orçamento Participativo na Escola: O Dinheiro é Público, mas a Decisão Também é Minha Alpestre (RS)
Desafios Para os Jovens do Século 21 Moreira Sales (PR)
Educação Fiscal, Aprendendo Cidadania Barroso (MG)
Pequenos Cidadãos, Polegares em Ação Lindolfo Collor (RS)
Com Contribuintes Conscientes o Nosso Município, Estado e País Fica Diferente Cabo Santo Agostinho (PE)
Projeto Sol “Cidadão Legal!” Santarém (PA)

Continuar lendo

Publicidade Publicidade