Eduardo Barbosa (PSDB-MG)

Investigado no inquérito 3650 (peculato). “Trata-se de denúncia anônima, infundada e caluniosa, surgida a partir de meus posicionamentos em defesa da escola especial, ideias condizentes com quem represento no Congresso”, rebate o deputado. “O Ministério Público é a instituição que pode analisar esta denúncia anônima, podendo dar um basta à injustiça.”

Veja a íntegra do que diz o parlamentar

“Trata-se de denúncia anônima, infundada e caluniosa, surgida a partir de meus posicionamentos em defesa da Escola Especial, ideias condizentes com quem represento no Congresso Nacional. O Ministério Público é a instituição que pode analisar esta denúncia anônima, podendo dar um basta à injustiça. Continuo fiel às minhas ideias e pauto o meu trabalho na construção de cidadania para pessoas com vulnerabilidade, motivo do meu mandato e de minha legitimidade.”

Veja a lista com todos os parlamentares com pendências

Apoie o jornalismo independente e de qualidade:

Faça uma assinatura convencional ou digital da Revista Congresso em Foco!

Mais sobre processos

Continuar lendo

Publicidade Publicidade